Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Saiba o que você pode fazer para amenizar falhas na segurança pública

A- A+

A pesquisa Indicadores de Referência de Bem-Estar no Município (Irbem), realizada em São Paulo (SP) em 2014, apontou alto índice de insatisfação com a segurança pública. Em uma escala de 0 a 10, o paulistano deu 3,8 pontos para o quesito.

Apesar de ser um problema generalizado, cada um pode fazer com que os danos causados pela sensação de insegurança no bem estar diminuam. Além dos danos materiais, as falhas na segurança pública trazem também consequências psicológicas. Se você já teve, por exemplo, um celular roubado, deve saber o que isso significa.

segurança-pública

Segurança deixa a desejar e optar por seguro é ótima opção. Foto: iStock, by Getty Images

 

Segurança pública x danos psicológicos

Um levantamento realizado por uma empresa de seguros mostrou que 41% das pessoas que já tiveram seu smartphone roubado chegam a chorar, como se fosse a perda de um ente querido. Das 362 pessoas entrevistadas, 25% delas afirmam ter adquirido um novo aparelho em menos de 24 horas após o roubo.

Segurança pública x mercado de seguros

A pesquisa da seguradora mostra ainda que 63% das pessoas têm interesse em contratar um seguro ou já o fizeram. O presidente da empresa, Marcello Ursini, explica que embora algumas pessoas ainda não conheçam esse tipo de seguro, a procura pelo serviço deve dobrar, em função do apego cada vez maior dos usuários com seus telefones celulares.

“Devido a aplicativos, fotos, agendas, entre outras ferramentas, ficar sem o aparelho passa a ser um prejuízo não só material, mas também emocional”, sustenta o executivo. Ele explica que há opções básicas contra roubo e furto qualificado, mas há também proteção contra queda acidental.

De acordo com o levantamento, 64% das pessoas que ficam sem seus telefones são vítimas de roubo ou furto, enquanto apenas 20% perdem os aparelhos.

Cidadão pode optar por medidas de proteção

Muitas pessoas têm tomado medidas de proteção junto à iniciativa privada, por meio de seguros para seus bens. Com a adesão de muitos usuários, os preços estão bem acessíveis.

A Vivo oferece o Seguro Proteção Urbana, para clientes de pré e pós pago. Em planos pré-pagos, a cobertura é prevista para problemas típicos da segurança pública como roubo e morte acidental.

O roubo ou furto qualificado está garantido pelo programa Bolsa/Pasta Protegida, que prevê a indenização ao segurado pela subtração de sua bolsa ou pasta e por todos os pertences contidos nela.

Nos pós pago, o plano Bolsa/Pasta Protegida também é oferecido ao usuário, que pode contar ainda com benefícios adicionais como Assistência Vítima de Crime, que bloqueia os cartões e celulares da vítima, além da fazer a solicitação de novos. A cobertura também oferece orientação em caso de perda de documentos, táxi, chaveiro para residência, despachante, entre outros benefícios.

> Seguros para seus bens: Proteção da sua casa até sua bolsa, mochila e carteira

E você, o que acha da segurança pública? Deixe seu comentário.

quanto custa um seguro de vida
como escolher uma seguradora de veiculos
economizar no seguro da casa
economizar no seguro do carro
cadeiras de bebê para automóvel
Comprar casas em Orlando é opção