Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Saiba o que são os fundos de índice e como investir

A- A+

Os fundos de índice são conhecidos internacionalmente como Exchange Traded Funds (ETFs) e representam um tipo de investimento que aposta em índices que possuam cotas negociadas na Bolsa de Valores. Uma das vantagens oferecidas é a possibilidade de modificar as estratégias ao longo do tempo e readequar suas expectativas.

Como funcionam os fundos de índice

Embora no Brasil seja adotado o termo fundos de índice, a aplicação funciona de modo semelhante aos ETFs de outros países do mundo. Conforme explica o fundador do General Investidor, Bruno Papi, eles são criados por uma instituição financeira, com o objetivo de replicar da melhor maneira possível um índice da Bolsa de Valores.

“Ele pode ser, por exemplo, o Ibovespa, principal índice de ações do Brasil, que é representado pelo Fundo de Índice BOVA11 ou o índice de ações de pequenas empresas SMLL, que é representado pelo Fundo de Índice SMAL11″, exemplifica ainda.

Ou seja, o investidor mantém parte de sua carteira de ações indexada a uma variante. Em geral, os fundos de índice reúnem duas perspectivas que costumam agradar os investidores:  a facilidade de negociar as ações e a possibilidade de diversificar investimentos.

Investimento em fundos de índice pode ser feito por qualquer pessoa, a partir do contato com uma corretora.  Foto: iStock, Getty Images

Investimento em fundos de índice pode ser feito por qualquer pessoa, a partir do contato com uma corretora. Foto: iStock, Getty Images

Como investir em fundo de índice

Para investir nos fundos de índice é necessário estar cadastrado em uma corretora de valores, destaca Papi. É através dela que as cotas são compradas, seja individualmente ou em lotes de dez. Mas, antes de iniciar, é fundamental definir objetivos, que permitam dimensionar que retorno você espera dos dinheiro aplicado e em quanto tempo.

O total a ser aplicado no início vai depende do índice escolhido. No caso da BOVA11, um conjunto de dez cotas pode ser adquirido a partir de aproximadamente R$630. Para uma única ação, o valor mínimo cai para cerca de R$63.  Há ainda que se considerar as taxas de custódia, corretagem e administração e avaliar se, no fim de contas, a transação representa lucro.

As cotas dos fundos de índice podem ser negociadas de forma imediata e oferecem liquidez diária. Por outro lado, como se trata de uma modalidade pensada a longo prazo, investir para retirar o dinheiro em poucos meses pode não trazer o retorno desejado.

O maior risco desse modelo é a sua rentabilidade variável, que não pode ser prevista no momento da compra. Por isso, a dica é estudar as variações do índice escolhido ao longo dos últimos anos e analisar seu comportamento, fatores que geraram mudanças intensas e se prevenir.

 

Segurança para você e para a família

Além de aplicar no mercado financeiro, que tal investir em você? Com o Seguro Acidentes Pessoais da Vivo, você tem a melhor cobertura, além de benefícios que incluem minutos grátis de Vivo para Vivo nos finais de semana e sorteios mensais pela loteria federal.

> Seguros para Você: Conheça seguros de vida e acidentes pessoais

Gostou das dicas para investir em fundos de índice? Compartilhe!

É importante entender de finanças bem antes de sair de casa.
investir em imóvel na planta vale a pena
vale a pena investir na decoração de uma casa para alugar
vale a pena ter seguro
vale a pena ter seguro de vida
oscilações da Bolsa de Valores