Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Saiba o que fazer em caso de roubo de CPF

A- A+

Certamente você já ouviu falar em vários tipos de roubo: de celular, de dinheiro, de carro e diversos outros bens materiais. Mas em roubo de CPF, você já ouviu falar? Se você tem o nome limpo, a sua inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas pode interessar a golpistas.

Conforme a Receita Federal, por não apresentar foto, o CPF só tem validade quando apresentado junto de um documento com foto – como RG ou carteira de habilitação. Mas isso não parece ser problema para os fraudadores. Segundo o SPC Brasil, em 2014 pelo menos 54% dos consumidores foram vítimas de fraude envolvendo roubo de CPF.

roubo-de-CPF

Órgãos públicos não emitem avisos sobre clonagens ou suspeitas. Foto: iStock, by Getty Images

Como denunciar o roubo de CPF?

A orientação da Receita Federal é que, tanto em caso de clonagem quanto o roubo de CPF, é preciso registrar um boletim de ocorrência, em qualquer delegacia. Se for verificado o uso fraudulento do cadastro, é importante procurar um advogado para esclarecer sobre possíveis danos ao patrimônio.

O rastreamento do uso indevido, contudo, cabe ao contribuinte. Os órgãos públicos não emitem avisos sobre clonagens ou suspeitas, principalmente por e-mail. Quanto a notificações por correio eletrônico, a Receita Federal aconselha não abrir arquivos anexados (que podem conter programas para captura de dados bancários e fiscais) nem acessar links para sites enviados por remetentes que você não conhece.

O que os golpistas fazem após o roubo de CPF?

Há uma infinidade de fraudes que podem ser realizadas após o roubo de CPF. As mais comuns são o registro de bens como carros e casas, abertura de contas bancárias, abertura de crediário em lojas, compras na internet, tomada de empréstimo pessoal e cartões de crédito.

É comum as pessoas que foram lesadas receberem multas de trânsito em seu nome, bem como tributos em atraso e outros tipos de dívida. Nesses casos, a contratação de um advogado é fundamental, pois os débitos elevados podem levar ao penhor dos bens pela Justiça. Só é possível cancelar ou trocar o número de CPF com decisão judicial.

Saiba como se prevenir

A tecnologia disponível hoje facilita muito a ação dos golpistas, mas prevenir ainda é o melhor remédio. Uma das melhores formar evitar o roubo de CPF é andar com o documento somente quando necessário. Fazer uma cópia é uma boa alternativa.

Um ambiente propício a golpes é o banco. Portanto, nunca peça a ajuda de estranhos. Quando precisar, chame um atendente da própria instituição. É importante também cuidar com o descarte de documentos como cartas e faturas que podem conter seus dados. Rasgue-os antes de colocá-los no lixo.

Para evitar o roubo do CPF no ambiente virtual, procure sites seguros para compras e atualize sempre seu antivírus. Não abra e-mails desconhecidos nem passe dados pessoais ou bancários pela web ou por telefone. Se precisar atualizar seu cadastro junto a uma loja ou instituição bancária, ligue você mesmo para o SAC.

Sempre que acessar um site com senha, nunca encerre a atividade sem clicar no botão sair. Quando você apenas fecha a janela, seu dados podem ficar expostos, principalmente em computadores compartilhados.

Monitore o seu CPF

Já imaginou um serviço que alerta cada vez que houver consultas ou movimentações em seu CPF? Entre as funções do Vivo Alerta CPF, está o envio de um SMS ao cliente toda vez que ocorrer uma alteração no status do seu nome nas bases de dados da Serasa Experian, toda vez que uma empresa consultar o nome do cliente nas bases de dados da Serasa e ainda quando o seu nome estiver prestes a ser negativado. Além disso, o cliente recebe exclusivas dicas antifraude e pode visualizar o relatório completo sobre o seu CPF.

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

Este artigo lhe fez lembrar de alguém? Compartilhe!

sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças