Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Saiba o que é e-Social e entenda como ele funciona

A- A+

Quem atua na área de Recursos Humanos, conhece bem as dificuldades de controle das informações trabalhistas. A burocracia pode envolver muito papel, exigindo um alto nível de organização. Mas você sabia que uma ferramenta digital foi criada para facilitar esse processo? Saiba o que é e-Social e entenda o seu funcionamento.

O que é e-Social e como ele pode ajudar

Papelada sobre admissões, demissões ou férias, jornada de trabalho e alterações de horários, mudanças salariais, horas extras e o envio de informações sobre a folha de pagamento são algumas das rotinas de um profissional de Recursos Humanos de uma empresa.

Com o e-Social, a chamada folha de pagamento digital, todas essas informações relacionadas aos empregados de uma empresa passam a ser concentradas na ferramenta desenvolvida pelo governo federal.

seudinheiro-o-que-e-esocial

O cadastro no e-Social é válido também para empregados domésticos. Foto: iStock, Getty Images

O projeto do e-Social determina a entrega unificada de todas as declarações, resumos para recolhimento de tributos oriundos da relação trabalhista e previdenciária, além de informações relevantes acerca de contratos de trabalho.

A ferramenta já é utilizada por empresas de grande porte. A partir de 2016, o uso obrigatório do e-Social valerá para todas as pessoas físicas e pessoas jurídicas empregadoras. Com isso, algumas das principais obrigações acessórias que hoje precisam ser apresentadas pelos contribuintes devem ser extintas, como CAGED, RAIS, DIRF e GEFIP.

Principais vantagens do e-Social

Ao visitar o site do projeto, é possível compreender um pouco mais sobre o que é o e-Social e seus objetivos. A sua implantação é definida como uma busca por garantir aos trabalhadores o correto cumprimento das leis trabalhistas e previdenciárias. Ao tornar a relação entre empregados e empregadores mais transparente, o projeto pretende eliminar informações redundantes e processos burocráticos.

De acordo com o ministro do Trabalho e do Emprego, Manoel Dias, o projeto do e-Social foi pensado para contribuir com a redução de custos, na medida que simplifica o envio de informações e reduz a necessidade de coleta de documentos.

Entre outros dos principais benefícios do e-Social para os profissionais das áreas de RH, está o atendimento a diversos órgãos do governo com uma única fonte de informações, para o cumprimento das diversas obrigações trabalhistas, previdenciárias e tributárias atualmente existentes.

Outra vantagem alegada é a integração dos sistemas informatizados das empresas com o ambiente nacional do e-Social, possibilitando a automação na transmissão das informações dos empregadores. Essa característica oferece maior agilidade no envio dos dados.

Entender o que é o e-Social passa também pela compreensão de seus benefícios quanto à padronização e integração dos cadastros das pessoas físicas e jurídicas no âmbito dos órgãos participantes.

Como funciona o e-Social

Para acessar o e-Social, as empresas devem cadastrar seus empregados. O primeiro passo é o empregador gerar um código para ter acesso ao portal do projeto.

Em seguida, deve cadastrar os colaboradores, alimentando o sistema com uma série de informações: Carteira de Trabalho, NIS, CPF, data de nascimento, data da admissão do funcionário, data de opção pelo FGTS, valor do salário contratual, escolaridade, raça, endereço residencial, endereço do local de trabalho, número do telefone e e-mail de contato.

O projeto do e-Social é viável graças a uma ação conjunta entre vários órgãos e entidades do governo federal: Caixa Econômica Federal, Instituto Nacional do Seguro Social, Ministério da Previdência, Ministério do Trabalho e Emprego e Secretaria da Receita Federal do Brasil.

 

Agora já sabe o que é e-Social e como ele funciona? Cadastre-se e receba nossa newsletter.

Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
como abrir uma academia de ginástica
como abrir uma pizzaria
como montar uma drograria