Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Saiba como se prevenir de roubo de identidade

A- A+

Ter a identidade roubada pode causar inúmeros problemas com os órgãos que regulam o crédito. Ocorre quando alguém rouba informações que definem sua identidade pessoal, como seu nome, número do registro geral (RG), número do passaporte, dados de contas bancárias e de cartões de crédito, e se faz passar por você.

Riscos do roubo de identidade

Dados do Indicador Serasa Experian de Tentativas de Fraude apontam que, a cada 15 segundos, um consumidor brasileiro é vítima de tentativas de roubo de identidade.

De posse dos detalhes de seus dados pessoais, um ladrão pode adquirir um cartão de crédito e acumular cobranças, criar cheques falsos usando o número da sua conta ou ainda obter documentos oficiais, como RG ou passaporte, em seu nome.

Quando isso acontece, você não perde apenas dinheiro, mas também enfrenta a perda da capacidade de conseguir um empréstimo ou um emprego devido ao mau histórico de crédito e uma reputação prejudicada. Por isso, é muito importante saber se defender.

ponteiro do mouse sobre barra de endereço de navegador exibindo página com protocolo seguro https

Comprar apenas em sites de e-commerce confiáveis é essencial para a segurança online. Foto: Reprodução

Tipos de fraude de identidade

Os roubos de identidade e outros dados podem acontecer de diversas maneiras, mas são mais comuns na internet, através de sites e e-mails enviados pelos criminosos.

Scam é o nome dado ao tipo de fraude realizada por mensagens eletrônicas que solicitam aos usuários o envio de seus dados. Os criminosos se passam por alguma empresa conhecida ou confiável.

Já os programas espiões são aqueles que são instalados no computador para capturar informações confidenciais que o usuário fornece nos sites que acessa. Eles também podem ser enviados através de mensagens eletrônicas, porém, essas contém links maliciosos e costumam simular mensagens pessoais de supostos amigos próximos ou débitos judiciais.

A prática de phishing também é comum no meio das fraudes de identidade. O termo é um derivado de fishing, que significa pesca em inglês, e corresponde aos sites falsos que induzem as pessoas a fornecer seus dados pessoais. Eles criam cadastros fictícios e, muitas vezes, também se passam por empresas confiáveis para não despertar suspeitas.

O roubo físico acontece quando os documentos do indivíduo são roubados. Nesses casos, é importante registrar um boletim de ocorrência do furto. Em todas as situações de roubos, o Serasa e o SPC devem ser avisados. A Serasa oferece uma forma de notificação pelo site. No caso do SPC, é preciso comparecer a um dos postos de atendimento. Como serviços de proteção ao crédito, eles poderão evitar que você perca sua credibilidade no mercado.

Como se defender de roubos de identidade

  • Mantenha sempre atualizado o seu software de proteção e antivírus
  • Crie senhas difíceis de serem descobertas em serviços na internet, como e-mail, redes sociais e cadastros em lojas virtuais, por exemplo.
  • Ignore e-mails de remetentes desconhecidos ou suspeitos.
  • Apenas faça download de arquivos a partir de sites confiáveis.
  • Solicite para o seu banco serviço de “alertas de transação” para acompanhar as suas compras por email ou SMS.
  • Considere suspeitos todos os e-mails que solicitam os seus dados pessoais.

Monitore seu CPF

Uma das formas de prevenir o risco de roubo de identidade é monitorar as consultas a respeito de seu CPF feitas pelo comércio a instituições de proteção ao crédito, como o Serasa. O Vivo Alerta CPF envia, a seus assinantes, mensagens SMS a cada movimentação realizada em seu CPF. Por exemplo, se alguém estiver querendo se passar por você para tentar contrair empréstimos ou comprar em seu nome sem autorização, os alertas recebidos pelo celular podem permitir que você note alguma coisa fora do normal e tome providências rapidamente. Saiba mais:

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

Gostou das dicas sobre cuidados com sua identidade e seu CPF? Compartilhe!

sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças