Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Saiba como fazer orçamento empresarial certeiro

A- A+

Se você nunca deixa de fazer o fluxo de caixa da sua empresa para os próximos meses, é sinal de que tem uma boa noção sobre a gestão financeira do negócio. Mas, antes disso, é importante planejar quais serão os investimentos da empresa, ou seja, no que gastar o dinheiro. Você sabe como fazer orçamento empresarial?

Há quem confunda o fluxo de caixa com o orçamento. O primeiro é um balanço preciso entre as entradas e saídas do caixa nos meses que vão compor o ciclo financeiro da empresa, no qual faz toda a diferença detalhar se um recebimento ou pagamento será à vista ou em parcelas.

Já o orçamento normalmente compete ao período de um ano, e é uma previsão de onde serão locados os recursos, e em qual quantidade. No final do ano, só o que importa é ver se o orçamento foi seguido ou não e, a partir disso, planejar o ano seguinte.

No fluxo de caixa, o objetivo é prezar pela manutenção da saúde financeira, cuidando para que o caixa nunca fique negativo.

Aprendendo como fazer orçamento empresarial

Orçamento precisa ser detalhado e incluir todos os setores da empresa. Foto: iStock, Getty Images

Como fazer orçamento empresarial

Vai planejar os investimentos da empresa para o próximo ano? Se você quer saber como fazer orçamento empresarial, a primeira atitude será listar todas as previsões de gastos e receitas para o período.

Comece pelas receitas, que serão advindas das vendas e de parcerias. Liste cada linha de produtos e faça a estimativa.

Depois, passe para as despesas variáveis, aquelas que dependerão da sua produção ou ritmo de venda. Se vender ou produzir mais, maiores serão os custos variáveis. Essa estimativa precisa, portanto, estar alinhada com a anterior.

Em seguida, cuide para não esquecer nenhum custo fixo, que costumam ser pagos mensalmente. Nessa lista, vai o aluguel do ponto de venda, salários dos funcionários, pagamento de impostos não relacionados às vendas, limpeza, segurança e outros serviços para a manutenção da operação administrativa da empresa.

Não esqueça de incluir as despesas com mídia, para anunciar a sua marca em meios de comunicação. Por fim, se você tiver planos de expansão ou qualquer tipo de investimento que vai além da operação normal de hoje, esses gastos também devem ser incluídos no orçamento.

Você vai se interessar por:

Dicas para um bom planejamento

É fato: não há como fazer orçamento empresarial sem envolver todos os setores da empresa. Como estimar os gastos com propaganda, por exemplo, sem conversar com o gerente ou diretor de marketing? Se você decidir qual a verba disponível para uma área sem envolver o líder do setor, provavelmente causará um mal-estar ou desmotivação.

Fechado o orçamento, é fundamental checar periodicamente se ele está sendo seguido. Como resultado desse acompanhamento, medidas corretivas serão tomadas, se necessário – o orçamento pode ser ajustado, não precisa ser estático até o final do ano.

No final do ano, você já terá muito mais experiência e planejará um orçamento mais certeiro para o ano seguinte. Para que isso ocorra, tire um tempo para analisar minuciosamente o exercício anterior e pensar no que pode melhorar.

 

Você também tem uma boa dica sobre orçamento empresarial? Deixe seu comentário!

vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças
vale a pena comprar no crediario