Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Saiba como fazer controle de estoque na sua empresa

A- A+

Gerir o estoque é um desafio tanto para quem está começando no empreendedorismo como para quem já tem anos de experiência no ramo. É preciso analisar diversas variáveis: do ciclo de vida útil dos produtos à recepção dos clientes, passando pelo ritmo de vendas. Descubra como fazer controle de estoque e evite prejuízos para sua empresa.

Controle de estoque x desempenho da empresa

Ao negligenciar a importância de um bom controle de estoque ou simplesmente desconhecer como colocá-lo em prática, o empresário assume uma série de riscos, que podem impactar diretamente na rentabilidade do negócio.

Com produtos em excesso no estoque, eles podem se tornar obsoletos antes de conseguir vendê-los. A regra vale desde a peça de roupa típica de uma estação a itens com prazo de validade. Não é preciso ser um especialista em gestão empresarial para entender que a estratégia terá como resultado o desperdício de dinheiro.

Agora, se você adotar a técnica de trabalhar com poucos produtos no estoque, para reduzir o risco de não vender aquilo que solicitou ao fornecedor, talvez não consiga atender às necessidades do cliente. Nesse caso, você deixa de realizar uma venda e ainda perde a confiança do consumidor.

Entendeu por que é tão importante aprender como fazer controle de estoque? A habilidade pode ser o diferencial entre o prejuízo e o lucro da sua empresa, principalmente em um momento de redução de custos e retração no consumo.

como fazer controle de estoque

Acumular o maior estoque apenas por precaução é um dos erros mais comuns. Foto: iStock, Getty Images

Como fazer controle de estoque

De acordo com o consultor Paul Trudgian, especializado em controle de estoques, acumular o maior estoque possível apenas por precaução é o erro mais comum entre os pequenos e médios empresários. Alarmados pelo risco de decepcionar o cliente, eles acabam abarrotando as prateleiras – e pagam caro por isso. Veja o que fazer:

1. Descubra o nível de estoque ideal

A tarefa é identificar quantos itens de cada produto você precisa manter em estoque. Trudgian recomenda analisar a demanda histórica, a demanda prevista, os prazos de entrega e os contratos firmados.

2. Otimize o espaço

Com otimização do espaço físico, você consegue armazenar mais itens e gasta menos tempo com os processos de reposição. Procure aproveitar todos os locais disponíveis, sem deixar de lado a organização.

3. Aposte na tecnologia

Planilhas estatísticas permitem fazer a gestão do estoque em pequenas empresas, mas não deixe de avaliar a implementação de softwares específicos. A ideia é reunir todos os dados relevantes de entrada e saída dos produtos.

Você vai se interessar por:

4. Valorize os produtos mais lucrativos

Investir igualmente em todos os produtos é um erro: o ideal é sempre ter produtos de alta rentabilidade em estoque, mesmo que isso signifique abrir mão – temporariamente – de itens cuja taxa de lucratividade é menor.

5. Negocie com os fornecedores

Faça o possível para negociar o menor volume de compra e o menor tempo de entrega. A regra é simples: ficar o menor tempo possível com o estoque significa ganhar o máximo de dinheiro.

6. Mantenha-se atualizado

Por fim, a dica é continuar pesquisando para agregar conhecimento. Quanto mais você se informar a respeito das diferentes maneiras de lidar com o estoque, menores as chances de ser surpreendido e ficar no prejuízo.

 

Viu como fazer controle de estoque não é tão difícil? Compartilhe as dicas!

Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
como abrir uma academia de ginástica
como abrir uma pizzaria
como montar uma drograria