Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Saiba como fazer a segunda via da carteira de trabalho

A- A+

Perder documentos sempre dá uma dor de cabeça daquelas. Em caso de perda ou roubo, é sempre aquele corre-corre na busca de fazer tudo outra vez. Se você passou por isso e precisa fazer a segunda via da carteira de trabalho, veja o que é necessário.

Documentação necessária para a segunda via da carteira de trabalho

O primeiro passo a ser dado quando você fica sem a sua carteira de trabalho, independentemente do motivo, é registrar um boletim de ocorrência (BO) em uma delegacia de polícia. Isso também pode ser realizado pela internet, no site da Secretaria de Justiça e Segurança de seu Estado.

No BO, é preciso constar o número do documento. Caso não tenha esse número, antes de solicitar a segunda via da carteira de trabalho, é preciso recorrer ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), para conseguir essa informação.

segunda-via-carteira-de-trabalho

O documento é confeccionado de forma gratuita. Foto: iStock, by Getty Images

De posse desses dados, é preciso levar nas sedes da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego, na Gerência Regional do Trabalho, nos postos de atendimento ao trabalhador (PAT) dos municípios ou nos postos conveniados com o MTE o BO, a numeração original da carteira, um documento de identidade e um comprovante de residência. O cidadão que quiser pode levar junto seu título de eleitor. No novo modelo de carteira de trabalho, já implementado em todo o Brasil, é possível incluir o número desse documento e utilizar a CTPS para votar.

Segunda via da carteira de trabalho é gratuita

O documento é confeccionado de forma gratuita. Não apenas a segunda via da carteira de trabalho, mas tantas quanto forem necessárias, não são cobradas do cidadão. O novo modelo do documento, totalmente informatizado, já está disponível em todo o Brasil.

Qualquer cidadão que queira o novo modelo de documento pode fazer a segunda via da carteira de trabalho de forma gratuita. Basta procurar um posto do Sistema Nacional de Empregos (Sine) e verificar os horários de funcionamento. A carteira atual deve ser levada junto, além do documento de identificação e do comprovante de residência.

Como funciona o novo modelo

Por ser confeccionado em um processo informatizado, o novo documento traz mais segurança quanto às informações do trabalhador. Em caso de perda ou roubo, a segunda via da carteira de trabalho também será facilitada, pois todos os dados passam a ser computados em uma base única de dados.

Além disso, ela agora é constituída de um material sintético mais resistente e seu conteúdo é todo impresso, inclusive a foto do trabalhador. Esse modelo foi implantado pelo MTE para evitar fraudes nos dados, rasuras e danos ao material, como ocorria frequentemente com o antigo documento, em papel e escrito a mão.

Proteção urbana

Para amenizar os transtornos de refazer uma série de documentos, sendo que muitos deles são pagos, a Vivo oferece a seus clientes o Seguro Proteção Urbana, na modalidade Bolsa Protegida. Em parceria com a seguradora Ace, o seguro prevê uma indenização em caso de roubo ou furto qualificado para cobrir o valor da bolsa ou pasta e seu conteúdo.

O Bolsa Protegida também prevê uma indenização, aos beneficiários, em caso de morte do titular, quando ocorre em decorrência de crime.

> Seguros para seus bens: Proteção da sua casa até sua bolsa, mochila e carteira

Gostou das dicas de segunda via da carteira de trabalho? Cadastre-se e receba nossa newsletter.

o que são benefícios assistenciais
Comprar casas em Orlando é opção
Como é morar no campo
Trabalhando na reforma de casas antigas
Como escolher corretora para Tesouro Direto
Uso de LED no projeto de iluminação residencial