Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Saiba como estimar o custo mensal de ter gatos em casa

A- A+

Você está pensando em ter gatos em casa? Então é bom calcular bem essa decisão. O planejamento ajuda a entender qual será o peso do animalzinho no seu orçamento mensal e na sua rotina diária. Ração, veterinário, brinquedos e higiene – tudo precisa entrar na conta.

O orçamento dos gatos

Os custos de um gato variam de um caso para o outro, mas alguns números podem ser estimados. Como explica a veterinária especializada em felinos Leila Sena, eles consomem diariamente areia da liteira e ração, mas o valor mensal irá mudar de acordo com o tipo que será oferecido a ele. Supondo que você tem um gato que come uma ração premium, que custa em torno de R$30 e tem três quilos e use uma areia mediana, com preço aproximado de R$30, o gasto mensal será pequeno.

“Porém, se esse gato comer ração superpremium, ir ao pet toda semana, o que não recomendo, somente em casos de banhos terapêuticos, e utilizar areia importada, esse custo mensal pode subir para R$160 até uns R$200″, complementa a veterinária.

Há ainda que se considerar a vacinação e a vermifugação. Para gatos jovens, Leila estima que devem ser gastos entre R$130 e R$250 por pelos menos três meses seguidos. Já os adultos geralmente recebem uma aplicação anual, que costuma ter a mesma faixa de preço.

Quando o momento é de uma ida ao veterinário, os preços vão variar de acordo com o problema. Para um revisão geral em um especialista de felinos, as consultas variam entre R$150 e R$200, sem considerar os exames, que ficam entre R$60 e R$300, dependendo do caso.

Gatos jovens devem visitar o veterinário ao menos uma vez por ano. Já os idosos, pelo menos duas. Lembro que essa recomendação deve ser seguida rigorosamente pelos donos, pois  gatos são mestres em esconder sintomas quando estão doentes. E muitos só os levam ao veterinário quando a doença já está aparente e o animal severamente doente, o que pode diminuir nossas chances em melhorar a qualidade e sobrevida dos mesmos”, frisa Leila.

gatos

Custo de manutenção de um gasto envolve alimentação, higiene, vacinas e gastos com emergências. Foto: iStock, Getty Images

Cuidados necessários com os gatos

O gato é o animal que, mesmo apegado ao dono, tolera passar certo período sozinho. Isso facilita a sua adoção para quem tem uma vida corrida. Mas é preciso conhecer a espécie para tornar o local receptivo para o novo membro da família. Para isso, é preciso conhecer como o gato seria na natureza.

Leila exemplifica que o gato divide suas atividades em setores, então é interessante deixar a casa parecida com o que ele teria lá fora. Os recipientes com água e comida devem ficar em uma área separada da caixa de areia, que deve ser limpa todo dia. Locais barulhentos, como ao lado da máquina de lavar, devem ser evitados. Objetos como bolas ou varinhas com brinquedo na ponta também são uma boa dica para que o animal interaja e se sinta mais livre.

Gostou das dicas sobre gatos? Compartilhe!

como economizar na limpeza
viagem com pets
Como tirar manchas de mofo e bolor da parede
Casal discute partilha de dívidas no divórcio
Mercado mostra como definir preço de venda
Mulher sabe quanto custa estudar medicina veterinária