Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Saiba como conquistar uma bolsa de estudos na Europa

A- A+

Você sonha em estudar fora e vem se preparando para conseguir uma bolsa de estudos na Europa? Pois isso já pode ser meio caminho andado rumo ao seu sonho. Há inúmeras opções para estudar no exterior, com boa parte das despesas cobertas por instituições de ensino.

Além de turbinar o seu currículo, uma bolsa de estudos no exterior pode ser também uma economia para o seu bolso. Há muitas formas diferentes de cobertura para graduação, pós-graduação, especialização, doutorado e pós-doutorado.

A bolsa pode financiar os estudos integralmente ou em parte, arcando com despesas de dormitório e mensalidades, incluindo (ou não) as passagens aéreas. Por isso, é preciso checar com atenção todos os itens e colocar na ponta do lápis todos os gastos que você terá nessa empreitada.

bolsa-de-estudos

Existe cobertura para graduação, doutorado, pós-doutorado, e outros. Foto: iStock, by Getty Images

Bolsa de estudos: por onde começar?

Você pode se inscrever em uma universidade por conta própria, solicitando a bolsa de estudos após a aprovação, ou pode tentar por meio de instituições e programas de fomento, como Comissão de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e Ciência sem Fronteiras.

Esses programas oferecem bolsa de estudos para mais de 30 países, entre eles Alemanha, Bélgica, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Irlanda, Israel, Itália, Luxemburgo, México, Polônia, Portugal, Reino Unido, República Tcheca, Rússia, Suíça e Suécia.

Antes de pleitear a bolsa de estudos, inscreva-se

Na maior parte das instituições de ensino da Europa, antes de solicitar a sua bolsa de estudos, é preciso ser aprovado. Geralmente, as universidades impõem limite de idade e aplicam testes de proficiência em uma ou duas línguas estrangeiras. Em alguns casos, são exigidas notas escolares de excelência.

O mês mais importante para quem deseja uma formação na Europa é dezembro. É nesse período que as universidades começam a estruturar seu ano letivo. Mas fique atento, pois o calendário de estudo europeu é bem diferente do nosso. Geralmente as aulas começam em setembro, logo após as férias de verão do hemisfério norte.

Dicas de programas para estudar fora

Confira algumas bolsas que os estudantes brasileiros têm tentando conseguir para ter uma formação no exterior.

Erasmus Mundus

Trata-se de um programa de cooperação internacional, financiado pela Comissão Europeia, que permite o ingresso de alunos do ensino superior nas melhores universidades da Europa. Além de levar brasileiros para estudar no Velho Continente, a bolsa também proporciona o intercâmbio de estudantes europeus em instituições brasileiras.

Emily-Boutmy Scholarship

Se seu objetivo é estudar na França, vale a pena conhecer esse programa, que oferece bolsas de estudo para graduação e mestrado na universidade Science Po, em Paris.

MIT Scale Network

Este é um programa voltado para os estudos na área de cadeia de suprimentos, que leva estudantes para universidades na Espanha. Se você já se organizou para passar uma temporada estudando na Europa, é preciso também pensar nas questões relativas à saúde.

Este artigo lhe fez lembrar de alguém? Compartilhe!

viajar para a Turquia
melhores universidades do brasil
como conseguir desconto na compra de livros
viagens econômicas pela Europa
como economizar na limpeza
como conseguir desconto em faculdade particular