Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Saiba como colaborar com o Papai Noel dos Correios

A- A+

Quem nunca sonhou em ser um ajudante do bom velhinho? Pois esse sonho está ao alcance de todos que querem colaborar com o Papai Noel dos Correios. Há anos que essa instituição recebe cartas de crianças carentes em todo o Brasil e tenta, de alguma forma, realizar seus desejos e entregar seus pedidos.

Somente nos últimos três anos, o Papai Noel dos Correios concretizou os sonhos de mais de 1 milhão de crianças. Alguns momentos foram emblemáticos, como a entrega na aldeia dos índios Karapotó, em Alagoas, e também aos alunos do Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro.

Papai Noel dos Correios

Fazer o papel de ajudante do bom velhinho pode ser mais fácil que você imagina. Foto: Divulgação, Correios

Papai Noel dos Correios: adote uma cartinha

O blog dos Correios traz as informações completas sobre a campanha. Mas não há muito mistério: basta comparecer a um ponto de adoção, escolher uma carta e realizar o pedido de uma criança. Assim, você se torna oficialmente um padrinho da campanha.

Você pode ler as cartas, se emocionar com os relatos e histórias e perceber que escolher apenas uma delas é tarefa bastante difícil. Após comprar o presente, ele é deixado em um agência e os carteiros fazem a entrega, em momentos marcados pela euforia.

É importante lembrar que nem todas as agências dos Correios são pontos de adoção de cartinhas. Para não perder a viagem, consulte antes no blog os locais corretos. A entidade também vem alertando que não faz nenhum tipo de solicitação direta aos padrinhos. Portanto, se você receber e-mail, correspondência ou telefonema, desconfie.

De olho nos prazos

Cada ponto de adoção de cartinhas define seus próprios prazos para a retirada das cartas e entrega dos presentes. Por isso, é preciso confirmar as datas no ponto que você escolher para não colocar em risco o sonho de uma criança.

Você vai se interessar por:

Como ser um bom padrinho

Não há muita dificuldade em adotar uma cartinha e comprar um presente. Mas algumas medidas de segurança podem ser tomadas para garantir o sucesso da operação. Afinal, ser ajudante de Papai Noel também requer organização.

Escolha a carta

Tradicionalmente, crianças de comunidades carentes, em situação de vulnerabilidade social, moradores de orfanatos, abrigos e núcleos socioeducativos escrevem as cartinhas solicitando algum presente aos futuros padrinhos. Você pode escolher o pedido que estiver de acordo com suas condições.

Quantidade de cartas

Não há limite para a adoção de cartas. Mas é preciso ter consciência, pois todas as correspondências que são escolhidas por um padrinho ficam impedidas de ser acessadas por outro. Portanto, a responsabilidade é grande.

Contatos

Na retirada da carta, é importante informar seu nome ou telefone. Assim, os Correios podem contatá-lo em caso de necessidade.

Identificação do presente

No ato da adoção, você receberá um número de identificação da cartinha. É importante guardá-lo, pois é uma referência de nome e endereço da criança contemplada. No momento da entrega, você deve colocar esse número na embalagem do presente, para garantir o destino correto.

Embalagem

Alguns cuidados no acondicionamento são necessários. No caso de brinquedos frágeis, é importante colocá-los em embalagens adequadas. No caso das bicicletas, a recomendação é que venham em caixas para garantir sua integridade até o momento da entrega.

 

E você? Já adotou sua cartinha do Papai Noel dos Correios? Comente!

Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
como abrir uma academia de ginástica
como abrir uma pizzaria
como montar uma drograria