Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Saiba como enfrentar o superendividamento e sair vitorioso

A- A+

A cada mês que passa, os brasileiros estão com um superendividamento maior. Ao menos é o que mostra a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), divulgada em julho.

Segundo o estudo, o percentual de consumidores que se consideram muito endividados foi de 12,9% – 0,04% a mais que o mês anterior.

Além disso, foi constatado que o tempo médio de comprometimento com dívidas entre as famílias endividadas foi de 7,1 meses: 25,2% possuem débitos por até três meses e outras 33,7% por mais de um ano.

Houve alta também na comparação anual, tendo o indicador alcançado o maior patamar desde outubro de 2013. Se, assim como esses brasileiros, suas contas atrasadas estão tirando seu sono à noite, saiba como acabar com esse problema.

Independente da renda da pessoa ou da família é possível sair das dívidas.

Uma vida financeira mais equilibrada traz tranquilidade para o seu bolso. Foto: iStock, Getty Images

Para conseguir vencer o superendividamento, é fundamental, primeiramente, atuar em duas frentes: assumir o momento pelo qual está passando e adotar uma rigorosa fase de contenção.

Segundo o coach financeiro Rodrigo Marroni, essas medidas ajudam o consumidor a diminuir gastos básicos e, de alguma forma, aumentam a renda“Independente da renda da pessoa ou da família, é possível sair das dívidas”, defende.

5 passos para acabar com o superendividamento

Confira os passos indicados pelo coach financeiro Rodrigo Marroni para vencer o superendividamento:

Defina um orçamento

Chegue ao seu orçamento mínimo mensal e, então, reserve o que sobrou para começar a quitar suas dívidas.

Renegocie por ordem de juros

Ligue para todos os seus credores e priorize o pagamento de acordo com os descontos que ganhar ou pelas contas que possuem maiores juros.

Estipule um prazo

Defina um prazo que precisará para conseguir colocar a “casa em ordem”. O pensamento de que passará por esse “aperto” por muito tempo pode fazer com que as pessoas venham a gastar novamente, como forma de recompensa pelos meses de economia que teve.

Envolva mais pessoas

No caso de famílias que estão passando por dificuldades, é importante que todos os envolvidos entrem nessa fase de economia. Não adianta o pai ou a mãe trabalhar mais e os filhos continuarem com o mesmo patamar de antes.

Para quem é solteiro ou divorciado, vale avisar aos melhores amigos. Assim, eles não ficarão chateados quando você não for em algum evento pelo fato de estar economizando.

Receba seu prêmio

Após ter passado por um período de economia, ter vivido esse tempo em total comprometimento com seu objetivo, nada mais justo do que estipular um prêmio para você e os envolvidos – uma espécie de sinal de reconhecimento pelo que fez. Assim, você valorizará ainda mais essa mudança em sua vida.

Seguindo essa fórmula, é perfeitamente possível quitar suas dívidas e voltar a dormir com tranquilidade, com uma vida financeira mais equilibrada.

Você vai se interessar por:

Dá para transferir dívidas bancárias para outro banco?

Veja dicas financeiras para voltar das férias sem dívidas

Saiba o que fazer quando a renegociação de dívidas falha

Um alerta contra o nome sujo

Uma consequência natural do  superendividamento é o nome sujo. Para evitar que isso aconteça, a Vivo tem o serviço perfeito para você. Com o Vivo Alerta CPF, é possível saber quando uma empresa consulta seu nome e quando ela está prestes a negativá-lo. Além disso, ele ainda envia dica pelo celular para você se prevenir contra fraudes de identidade.

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

Pronto para enfrentar e vencer o superendividamento? Cadastre-se e receba nossa newsletter.

sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças