Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Saber qual é o seu estilo pode ajudar a economizar nas compras

A- A+

Está gastando mais do que o seu padrão de vida comporta? Fazer compras também requer estratégia e, acredite, entender qual é o seu estilo é fundamental para evitar o desperdício de dinheiro. Afinal, quem nunca comprou diversas peças só porque o preço estava bom e depois as viu mofar dentro do armário?

Você utiliza algum tipo de estratégia na hora das compras? Ou apenas fica assistindo seu dinheiro ir embora? Há quem chame esse questionamento de Ciência do Estilo. Além de definir o que comprar, onde comprar e quanto gastar, entender outras variáveis também é importante. A principal delas é a imagem que você deseja passar.

Moça descobrindo qual é o seu estilo de peças de roupas.

Definir modelo das peças, as cores e saber dosar as quantidades é um dos segredos. Foto: iStock, Getty Images

Qual é o seu estilo?

Executiva

No caso das mulheres de negócios – sejam elas empresárias, advogadas, médicas ou de outras profissões – é ideal que a competência brilhe mais que o figurino. Portanto, um guarda-roupa clássico é mais indicado.

Isso não significa, porém, estar desatualizada. Um toque contemporâneo é mais que bem-vindo, assim como alguns acessórios que ganham destaque no visual.

Criativa

Já aquelas cuja profissão está ligada à criatividade, muitas vezes têm o desejo de mostrar que estão em dia com as novidades. Por isso, modelitos irreverentes e peças de designers contemporâneos (ao menos um acessório) podem fazer parte da sua rotina profissional.

Ainda assim, não é preciso gastar todo o salário em uma bolsa ou sapato de um estilista conhecido. Às vezes, um acessório – lenço ou colar, por exemplo – já faz a diferença. Em muitos casos, você não precisa gastar muito para esbanjar criatividade. Basta uma peça mais colorida para dar um ar moderno ao look.

Dona de casa

Não é porque você decidiu ser mãe em tempo integral que precisa ter um guarda-roupa Frankenstein – junta uma peça dali com outra de lá e sai de qualquer jeito.

Observe sua agenda semanal e veja roupas de acordo. Você leva os filhos na escola, natação e judô? Talvez roupas confortáveis lhe caiam bem. Isso não lhe isenta de comprar peças de qualidade, que devem durar mais.

Você vai se interessar por:

Calcule seu guarda-roupa

Montar o guarda-roupa é uma equação não tão difícil de resolver. Conforme consultores de estilo, 75% das peças devem ser clássicas, e apenas 25% podem ser diferenciadas – com cores vivas, estampas e modismos.

O preço da roupa, por sua vez, não deve ser item determinante da compra. Acredite: você economiza mais comprando peças com boa durabilidade do que escolhendo itens mais baratos. Entretanto, é preferível gastar nos clássicos, que serão bastante utilizados.

Quando quiser comprar algumas roupas e acessórios da moda, aí sim pode apostar nas promoções. Afinal, não é necessário gastar em algo que estará em baixa no ano seguinte.

Mas o que são peças clássicas? Aquelas que não saem de moda – ainda que fiquem esquecidas por um tempo. As calças de alfaiataria, o trench-coat, camisa branca e vestidos de corte reto são alguns exemplos. E tudo isso em cores neutras, claro.

 

E aí, descobriu qual é o seu estilo? Deixe seu comentário.

como lucrar vendendo cachorro quente
como lucrar vendendo bolo no pote
como abrir uma franquia de alimentos
como abrir uma empresa de coleta de entulho
como abrir um salão de beleza
como montar uma loja multimarcas