Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Renegociação da dívida é opção para quem busca por juros menores

A- A+

O limite do cartão de crédito não comporta mais novas compras, as parcelas do empréstimo já estão em atraso e as contas a pagar aparecem uma atrás da outra. Quando as finanças chegam a esse estágio, falar em equilíbrio do orçamento parece realidade distante, mas que pode ficar mais próxima com a renegociação da dívida. A grande dúvida é por onde começar.

Renegociação da dívida exige planejamento

Se as dívidas fazem parte da sua rotina, o primeiro passo é aprender como controlá-las. Ou seja, reconhecer todas elas e somar seus valores, prazos e juros envolvidos. Ao mesmo tempo, também é fundamental descobrir quais são os seus gastos, desde os maiores até aqueles que parecem insignificantes no dia a dia.

Assim, é possível identificar como o seu orçamento é consumido e mesmo encontrar brechas para fazer cortes. Afinal, eles vão ser essenciais para que você consiga encaixar o pagamento das dívidas que já estão em atraso, a partir da renegociação.

Com tudo anotado, é hora de iniciar o pagamento das dívidas, dando prioridade para aquelas que possuem as maiores taxas de juros. Mesmo que nenhum banco ou instituição financeira seja obrigado a aceitar o pedido para renegociar, lembre-se de que os credores estão interessados em receber o dinheiro, por isso seja franco sobre a situação e prepare uma oferta que você possa cumprir.

Dívida

Antes de buscar a renegociação da dívida, avalie qual é o valor que você pode pagar mensalmente. Foto: iStock, Getty Images

Manter o foco depois da renegociação da dívida

“Agora a atitude mais importante é repensar os motivos que levaram esta pessoa ao endividamento, pois caso esta avaliação não seja realizada, a pessoa cometerá os mesmos erros no futuro e logo estará no endividamento novamente”, explica Farney Coutinho Moreira, educador financeiro do Instituto Alcance.

Na prática, isso significa não deixar de lado o planejamento financeiro iniciado durante o momento de dificuldade. Ao invés disso, a tendência deve ser um controle ainda maior. Você não precisa abrir mão de tudo que gosta e deixar de fazer compras, por exemplo, mas precisa estabelecer uma relação mais consciente de consumo.

Também mantenha todos os seus gastos anotados, para facilitar o controle. Às vezes o dinheiro é consumido de maneira tão rápida que você não consegue nem ao menos saber onde ele foi aplicado. Para quem possui uma planilha organizada, esse não é um problema.

Alerta CPF no celular

Quando as dívidas são uma realidade, é importante estar atento à situação do seu CPF, que pode entrar para a lista de negativados. Quer mais praticidade? A Vivo oferece, em parceria com a Serasa Experian, um serviço inovador que permite que seus clientes recebam notificações via SMS sempre que:

  • Ocorrer uma alteração no status de seu CPF nas bases de dados da Serasa Experian
  • Uma empresa consultar seu nome nas bases de dados da Serasa Experian
  • Uma empresa estiver prestes a negativar o seu nome nas bases de dados da Serasa Experian.
> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

Gostou das dicas para renegociação da dívida? Compartilhe!

Empréstimo ou financiamento
sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns