Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Veja dicas de iniciativas de reaproveitamento e inspire-se

A- A+

Reaproveitar: tirar proveito novamente; tornar utilizável de novo. Esse é o conceito de reaproveitamento para o Dicionário Aurélio. Mas, no dia a dia, as pequenas atitudes de reutilizar materiais na criação de novos produtos pode significar também economia, menos desperdício e geração de oportunidades para quem não tem acesso a elas.

A importância do reaproveitamento

O trabalho de reaproveitamento é, antes de tudo, importante para o meio ambiente. Quando você utiliza algum material e o descarta logo em seguida, está gerando cada vez mais resíduos sólidos que serão depositados na natureza. Por ano, o Brasil produz quase 80 milhões de toneladas de lixo, segundo a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe).

Você vai se interessar por:
Conheça três projetos de logística reversa bons para o meio ambiente
Ecoturismo integra lazer e respeito ao meio ambiente
Componentes biodegradáveis podem ajudar a reduzir lixo eletrônico

Desses milhões de toneladas, cerca de 30% poderia ser reciclado ou reaproveitado, conforme um levantamento feito pela equipe do Plano Nacional de Resíduos Sólidos. Porém, o mesmo estudo mostra que apenas 3% do lixo que os brasileiros produzem é destinado para o reaproveitamento. O resto é enviado para aterros sanitários e lixões a céu aberto.

seudinheiro-reaproveitamento

Compostagem é uma forma de reaproveitar resíduos orgânicos, transformando-os em adubo. Foto: iStock, Getty Images

E se o país não consegue oferecer projetos e serviços de reaproveitamento de materiais, é fundamental que a população se engaje em diminuir a quantidade de resíduos sólidos que produz. Além de ajudar o meio ambiente, você ainda garante uma economia financeira ao longo do tempo. Cada vez que você reutiliza algo que já tinha, deixa de gastar em novos produtos.

O projeto Composta São Paulo indica que 51% dos resíduos gerados pelos brasileiros são organizados e podem ser reaproveitados. Cascas de frutas podem se tornar bases para doces e bolos, por exemplo. O que você não julgar utilizável para novos produtos, pode colocar em uma composteira e criar adubo para as plantas. São algumas das dezenas de opções disponíveis.

Projetos de reaproveitamento de material

O reaproveitamento de materiais pode ser feito com qualquer tipo de produto. Desde materiais orgânicos e vegetais, até plásticos, papéis, cerâmicas ou roupas. Ideias criativas são capazes de transformar o lixo em grandes quantidades de produtos novos. Se não for para você, pense que aquilo que é resíduo na sua casa pode ser matéria prima na vida de uma outra pessoa.

O projeto Flor Gentil, por exemplo, trabalha com a reutilização de flores e plantas para a criação de novos arranjos, empregados em projetos sociais com idosos. Segundo o próprio projeto, os voluntários recolhem as flores que são descartadas em bom estado, como em festas de aniversário, casamentos e outros eventos. O Flor Gentil estende a vida útil dessas plantas.

Os voluntários buscam as flores nos locais em que elas estiverem, levam elas até a central, fazem os tratamentos de reparo e montam novos buquês e arranjos. Quando estão prontos, os arranjos são levados para os asilos e casas de repouso. A ideia do projeto é criar um ambiente mais vivo e estimular os idosos através do uso das cores e da textura das plantas.

No setor de alimentação, o Banco de Alimentos é um projeto que também trabalha com o reaproveitamento de materiais, para diminuir a situação de fome da população mais pobre e combater o desperdício. O projeto arrecada os excedentes de produção e comercialização de alimentos e destina para a complementação da alimentação de pessoas em situação de risco alimentar e social.

Você tem uma boa dica? Deixe seu comentário.

Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
como abrir uma academia de ginástica
como abrir uma pizzaria
como montar uma drograria