Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Rascunho de Imposto de Renda já está disponível para prevenir a malha fina

A- A+

Por que deixar para amanhã o que você pode fazer hoje? Se você costuma ter problemas com o Fisco, pode levar esse ditado para a prática com o rascunho de Imposto de Renda. O aplicativo, já disponibilizado pela Receita Federal, permite se antecipar ao corre-corre comum a todo início de ano para preencher a declaração e entregá-la no prazo.

Para o diretor executivo da Confirp Consultoria Contábil, Richard Domingos, a medida acaba com uma das principais reclamações dos contribuintes: o pouco tempo para montar a declaração e obter informações.

Segundo ele, ao fazer o rascunho de Imposto de Renda, diminui também o risco de cair na malha fina, pois há mais tempo de revisar os dados e evitar equívocos do preenchimento.

Homem preenche rascunho de imposto de renda

Ao se antecipar, contribuinte minimiza a chance de cometer erros na declaração. Foto: iStock, Getty Images

Como fazer o rascunho de Imposto de Renda

Se você gosta de se prevenir quando o assunto é finanças, não deve deixar de fazer o rascunho de Imposto de Renda. Para utilizar o aplicativo em seu computador, basta acessar o serviço na página da Secretaria da Receita Federal do Brasil.

Se preferir acessar por meio do seu smartphone ou tablet, não tem problema. O aplicativo também está disponível para os sistemas operacionais Android ou iOS. Após fazer o download, é só acessar a função IRPF 2016.

Independentemente da plataforma escolhida, o próximo passo é informar o seu CPF e o código antirroubo mostrado na tela. Feito isso, chegou a hora de realizar o preenchimento do rascunho. Para isso, você deve seguir a sequência abaixo, informada pela Receita Federal:

Identificação

Campo para preenchimento da data de nascimento, ocupação, endereço, entre outros.

Informações de terceiros

Permite incluir, alterar ou excluir um dependente ou alimentando na lista.

Rendimentos

Permite incluir, alterar ou excluir rendimentos na lista.

Pagamentos

Permite incluir, alterar ou excluir pagamentos e doações na lista.

Bens, Direitos, Dívidas e ônus

Permite incluir, alterar ou excluir bens, direitos, dívidas e ônus.

Configurações

Permite ajustar o tamanho da tela, alterar palavra-chave ou apagar o conteúdo do rascunho.

O que incluir na declaração

Após essa etapa, você deve incluir no rascunho informações referentes a dependentes ou alimentandos em 2015, pagamentos e doações efetuados pelo contribuinte e seus dependentes, bens, direitos e dívidas existentes em 31/12/2014, adquiridos ou vendidos em 2015, ou que ainda façam parte do seu patrimônio em 31/12/2015.

Não esqueça de declarar também todos os rendimentos recebidos, pro você e seus dependentes, durante o ano de 2015.

Para finalizar, basta salvar o seu rascunho. Crie uma palavra-chave que tenha no mínimo oito caracteres (sendo no mínimo uma maiúscula, uma minúscula e um número). É possível alterar a palavra escolhida através do menu Configurações. Em caso de perda ou esquecimento, as informações não poderão ser recuperadas.

Vale ressaltar que, apesar de diminuir as chances de cair na malha fina, fazer o rascunho de Imposto de Renda, por si só, não impede que aconteçam problemas posteriores, conforme lembra Domingos.

“Continua sendo fundamental uma análise posterior das informações, sendo imprescindível guardar corretamente os documentos comprobatórios. Os contribuintes devem ter esses disponíveis por, no mínimo seis anos”, finaliza.

Você vai se interessar por:

Mantenha o CPF sempre em dia

Fundamental para o fazer o rascunho de Imposto de Renda, o CPF é o seu principal documento e, por isso, todo cuidado com ele é pouco. Pensando nessa importância, a Vivo, em parceria com a Serasa Experian, criou o Vivo Alerta CPF. O serviço, entre outras funções, oferece dicas de como se prevenir contra fraudes de identidade. Além de possibilitar acesso a uma exclusiva área logada com um relatório completo sobre a situação do seu CPF.

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

Gostou das dicas sobre o Imposto de Renda? Compartilhe!

sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças