Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Quero desconto: Como sua mente reage a liquidações e oportunidades de compra?

A- A+

A pechincha é a arte do brasileiro. Não importa qual seja o valor ou o produto comprado, a primeira reação é sempre dizer: quero desconto. É isso que mostra uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec). Mas e quando as promoções são oferecidas pelas lojas e a pechincha não é necessária? Como funciona a mente do consumidor nesses casos?

Quero desconto: A sensação de vantagem

Quando uma pessoa busca descontos e preços mais baixos, ela procura, na verdade, realizar uma negociação em que saia com vantagem. A sensação de ter levado a melhor é o que faz com que boa parte dos brasileiros realizem uma compra, muitas vezes maior do que fariam se não tivesse recebido nenhum tipo de desconto ou vantagem.

Os cupons de desconto, por exemplo, são uma maneira procurada pelos consumidores de conseguir tirar essa vantagem nas aquisições. Uma pesquisa da Flipit, divulgada através de um infográfico, mostra que 80% dos consumidores usam cupons de desconto porque se sentem “espertos” fazendo isso. E é essa sensação que impulsiona a compra.

seudinheiro-quero-desconto

No Brasil, as mulheres são as que mais querem desconto. Foto: iStock, by Getty Images

Os Estados Unidos, país conhecido pela intensidade do consumo, possui o maior índice de uso de cupons de desconto do mundo. Por ano, cerca de 92,5 milhões de pessoas realizam compras utilizando esse tipo de vantagem nos EUA. Em 2014, cerca de 56% dos americanos com mais de 18 anos utilizaram os cupons. Entre os adolescentes de 13 a 17 anos, foram 55%.

Você vai se interessar por:
Veja vantagens de compra com cupom de desconto
Veja como ofertar cupom de desconto e alavancar seu negócio
Outlet em Miami: veja como obter descontos no exterior

O pensamento de “quero desconto” já está tão enraizado na cultura do país, que os norte-americanos já aprenderam a se posicionar na internet para conseguir essas vantagens. 79% dos americanos que estão no Facebook, curtem as páginas das empresas somente com o objetivo de receber descontos e ficar sabendo das promoções a marca realiza.

No Brasil, as mulheres são as que mais querem desconto. Principalmente aquelas que estão na terceira idade e estão nas classes C e D. É esse o resultado da pesquisa da Flipit. Dessa parcela feminina que utiliza os cupons de desconto, 47% usa as redes sociais para acessar os programas e as vantagens. Não é à toa que esse tipo de mídia cresce tanto entre as empresas do país.

Quero desconto: a psicologia do consumo

Para Christiane Gade, especialista em psicologia, em seu livro Psicologia do Consumidor e da Propaganda, o comportamento de consumo é a procura, o uso e a avaliação de serviços que pretendem satisfazer as necessidades do consumidor.

As empresas sabem que, quando ofertam um valor, a reação de “quero desconto” é um passo natural e, por isso, se antecipam à situação. Segundo Christiane, esse fator de influência psicológica – dar o que o cliente quer antes que peça – é fundamental para a realização da compra. Ela age diretamente na parte inconsciente do cérebro que, segundo Freud, é de 90% da personalidade humana.

Compre com descontos

Você já conhece o Vivo Descontos? Com esse serviço, você terá direito a muitos cupons de desconto e promoções em restaurantes e lojas das melhores marcas do Brasil. Na primeira semana, não se paga nada, e após o fim desse período é cobrado R$ 2,99 por semana.

> Vivo Descontos: Receba cupons ilimitados por SMS, internet ou aplicativo de smartphones

Gostou das dicas para desconto? Compartilhe!

metas de curto médio e longo prazo
quando vale a pena comprar título de capitalização
como conseguir desconto na compra de livros
exemplos de produtos supérfluos
como pechinchar na internet
como conseguir desconto em faculdade particular