Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Quer um destino turístico para fugir do convencional? Visite a Namíbia

A- A+

Quando se fala em turismo, a sua preferência é por lugares exóticos? Gosta de experiências únicas, de vivenciar novas culturas e de ter muito contato com a natureza? Se você respondeu sim a essas perguntas, vale cogitar uma visita à Namíbia.

Onde fica

Se você nunca ouviu falar, fique tranquilo. A Namíbia ainda é um país jovem, emancipado da África do Sul – não com a qual faz fronteira – somente em março de 1990. Seu nome foi adotado pela Organização das Nações Unidas em 1968. Até então, a região era conhecida como Sudoeste Africano.

Namíbia

Países africanos reúnem paisagens para aventureiro nenhum botar defeito. Foto: Shutterstock

O que fazer na Namíbia

Definitivamente, esse é um destino para quem pretende fugir do convencional. Uma paisagem com diversos desertos e que tem como um de seus pontos turísticos a cidade fantasma de Kolmanskop, não lembra em nada aquele turismo tradicional, com cidades repletas de luzes brilhantes.

Kolmanskop, Nam[ibia

Kolmanskop, a cidade fantasma abandonada após corrida por diamantes na década de 40. Foto: Shutterstock

A Namíbia pode ser uma grande experiência, mas é preciso gostar de aventura. Se você era fã dos filmes de Indiana Jones, essa é uma oportunidade de se sentir como ele. Nesse caso, o sítio arqueológico de Twyfelfontein, na região de Kunene, é parada obrigatória.

Lá há uma série de pinturas rupestres com mais de 3 mil anos. São registros de comunidades caçadoras e incluem representações de diversos animais, como rinocerontes, girafas e avestruzes, além de pegadas humanas e de animais.

Twyfelfontein, Namíbia

Twyfelfontein tem uma das maiores concentrações de desenhos rupestres do continente. Foto: Shutterstock

Um safári, claro, também deve fazer parte do roteiro. O Karibu é o mais indicado. Além daqueles animais como tigres, elefantes e girafas – que todos sonham em passar bem pertinho -, os guias também explicam sobre os pássaros, a geologia e as plantas.

O roteiro do safári ainda costuma incluir o Parque Nacional Etosha – onde se pode ter uma ideia melhor do que é a vida no deserto. Lá se pode observar as manadas de elefantes, leões, zebras, gnus, guepardos, javalis, impalas e outros animais africanos. E que tal fazer isso de um balão?

Parque Nacional Etosha, Namíbia

Presença de imponente girafa em meio a um safári no Parque Nacional Etosha. Foto: Felix Lipov, Shutterstock

Para quem gosta de felinos, também vale a pena visitar o Cheetah Conservation Fund. Trata-se de uma área específica de proteção aos guepardos, onde se pode ter maior contato e informações sobre essa espécie.

Cheetah Conservation Fund, Namíbia

Cheetah Conservation Fund é espaço voltado à preservação de guepardos. Foto: Shutterstock

Outro lugar interessante é o Cape Cross, uma reserva ambiental de focas. É bem afastado das cidades, necessitando de um tempo considerável para visitação, mas vale a pena. A infraestrutura é adequada, com restaurante e bons vinhos.

Cape Cross, Namíbia

Em Cape Cross, focas encontram o habitat ideal para sua preservação. Foto: Felix Lipov, Shutterstock

Já se você quer saber mais sobre a história local, não pode deixar de fazer uma visita ao Museu Swakopmund. Além da mostrar os animais da região, ele também traz um grande conhecimento sobre a época da colonização alemã.

Museu Swakopmund, Namíbia

Museu Swakopmund conserva a história da Namíbia e de sua colonização. Foto: Shutterstock

Atualmente, o inglês é o idioma do país, mas o alemão e africâner – que anteriormente eram os oficiais – ainda são falados, assim como o oshiwambo, que é a primeira língua de boa parte da população namibiana.

Você vai se interessar por:

Custo do turismo na Namíbia

Como em outros países africanos, o turismo é vertente fundamental para o desenvolvimento da Namíbia. Mas é um programa indicado para públicos exigentes, pois não se trata de um destino barato.

As passagens aéreas mais em conta para a Namíbia partem de R$ 5.160 para uma pessoa. Os hotéis mais simples custam pelo menos R$ 240, sendo que resorts podem oscilar entre R$ 500 e R$ 1 mil a diária.

A estimativa é que uma viagem a esse país africano custe até 30% mais do para outro destino, considerando a mesma duração. Mesmo os voos ao continente podem ser até 50% mais caros. E na Namíbia o avião é obrigatório, já que as cidades turísticas são distantes umas das outras.

 

Gostou das dicas para fazer turismo na Namíbia? Compartilhe!

como lucrar vendendo cachorro quente
como lucrar vendendo bolo no pote
como abrir uma franquia de alimentos
como abrir uma empresa de coleta de entulho
como se relacionar com as pessoas no ambiente de trabalho
como aumentar a produtividade