Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Que tal investir? Saiba o que fazer quando terminar a faculdade

A- A+

Após anos consecutivos investindo em altas mensalidades, o tão sonhado diploma traz junto uma dúvida: o que fazer quando terminar a faculdade? Afinal, com um valor mensal bastante significativo e que agora estará “sobrando”, fica até difícil saber por onde começar.

O primeiro desejo é investir em tudo aquilo que você abriu mão durante esses anos de estudo: lazer, roupas, a prestação de um carro… São muitas as possibilidades. Certamente, você poderá se dar alguns luxos a partir de agora, mas é mais inteligente saber empregar esse dinheiro de forma a multiplicá-lo.

Já sabe o que fazer quando terminar a faculdade

Graduado deve aplicar em produtos financeiros mais adequados ao cenário atual. Foto: iStock, Getty Images

O que fazer quando terminar a faculdade

Não sabe ainda o que fazer quando terminar a faculdade? Se você pretende trabalhar de forma autônoma, nada mais justo que investir a quantia equivalente às mensalidades em um negócio próprio. Você pode usar esse dinheiro para comprar os equipamentos necessários, por exemplo.

Mas em relação ao mercado financeiro, os especialistas ainda indicam o investimento em títulos pós-fixados, já que a taxa básica de juros (Selic) continua alta e não se sabe ao certo seu rumo, sobretudo nesse momento de crise econômica e política no país.

A dica é avaliar. Pode ser interessante investir uma parte do seu dinheiro (entre 60% e 70%) em pós-fixados. Eles sobem junto com a taxa Selic e geralmente são atrelados à Taxa CDI. Um bom exemplo são os CDBs. Em alguns casos, chegam a render entre 115% e 120% do CDI. Algumas letras de câmbio rendem até 128% do CDI.

Uma parte dos seus recursos também pode ser destinada aos títulos prefixados, que são aqueles que você já sabe, no início, quanto irão render. Alguns pagam em torno de 18% ao ano, fixo, com vencimento em três anos. Assim, caso a Selic fique estável ou mesmo se cair, a rentabilidade será acima da média.

Caso o governo não consiga controlar a inflação, um possível cenário de inflação alta e juros em queda indicaria outro tipo de investimento para o qual seria interessante direcionar uma parte dos seus recursos. São os produtos “pré + inflação”, também conhecidos como Tesouro IPCA+.

Produtos como CDBs, LCIs, LCAs, debêntures e títulos do Tesouro Nacional garantem uma rentabilidade acima da inflação como, por exemplo, IPCA + 7% ao ano. No entanto, seus prazos são mais longos, variando entre 3, 5, 10 ou até 35 anos, em alguns casos.

Assim, é importante programar seus investimentos para não precisar sacar antes do prazo e acabar perdendo dinheiro ou ganhando menos do que poderia.

Você vai se interessar por:

Crédito emergencial ao seu alcance

Se a dificuldade financeira atrapalha até mesmo operações básicas do dia a dia, como a sua comunicação, é possível contar com um serviço que garante o saldo no celular. Com o Vivo Crédito Antecipado Voz você pode solicitar uma recarga emergencial de R$ 3 para falar e enviar SMS para todo o Brasil. O valor é descontado automaticamente da sua próxima recarga ou da fatura da sua conta Controle.

> Crédito Antecipado de Voz: Garanta R$ 3 de crédito até a próxima recarga do celular pré-pago

E você, já sabe o que fazer quando terminar a faculdade? Comente!

como lucrar vendendo cosméticos
vale a pena usar roupas de marca
quando vale a pena comprar título de capitalização
esteira ou bicicleta ergométrica
dicas para comprar uma boa esteira
investir em imóvel na planta vale a pena