Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Quanto vale gastar em capacete de moto?

A- A+

O trânsito nas grandes cidades está, a cada dia que passa, mais intenso. Acidentes passam a ser mais comuns e os motociclistas são os que mais sofrem riscos. Sem a proteção da estrutura dos automóveis, os seus corpos ficam mais expostos e mais propensos a lesões. Por esse motivo, é fundamental utilizar os equipamentos de segurança. Em especial, o capacete.

Além de ser um item básico de segurança, ele também é um equipamento obrigatório. Conduzir ou transportar passageiro sem capacete é considerada multa gravíssima, rende suspensão do direito de dirigir, retenção da CNH e multa de R$ 191,54.

capacete

Capacetes evitam que um acidente cause dados maiores. Foto: iStock, by Getty Images

O Inmetro, como forma de fixar um patamar mínimo de segurança, regulamentou quatro modelos diferentes de capacetes. Para saber se o seu está de acordo com as leis de trânsito, verifique se na parte de trás ele tem o selo com as logos do Inmetro e do Organismo de Certificação do Produto (OCP).  Confira quais são os quatro modelos regulamentados.

Modelos de capacete

Integral (fechado)

O mais seguro. Usado por pilotos profissionais em competições, pois protege toda a região craniana. Cobre as orelhas e nuca, além de possuir uma viseira frontal, que também protege o rosto e o queixo.

Além de proteger toda a cabeça, ele evita que o ponto da batida se concentre em um único ponto do crânio, diminuindo os riscos de acidentes fatais. Os modelos mais modernos possuem sistema de ventilação, que evita o calor acumulado e o embaçamento da viseira.

Misto (queixeira removível)

Como o nome sugere, ele possui características do primeiro modelo e do modular. Menos seguro que o Integral, seu design (sem visor fixo) permite o uso de óculos de proteção específicos para motociclistas e protege de lama e chuva. Bom para a cidade ou para trilhas.

Alguns modelos contam com forro antialérgico e casco de alto impacto – mais seguro e resistente.

Modular (frente móvel)

Com particamente as mesmas características dos anteriores, a principal diferença está na parte dianteira, que pode ser elevada. Assim, ao deixar o rosto descoberto, os médicos tem um acesso mais livre a vítima, em caso de acidente.

São considerados um pouco menos seguros, pois em caso de pancada dura na cabeça, os sistemas conjuntos podem ceder e ir para parte móvel do interior do capacete, ou levantar e expor a face do motociclista.

Aberto (sem queixeira)

Outro tipo bem comum e o favorito em regiões quentes, pois a tendência é que permita uma melhor ventilação. Ele não tem toda a proteção do fechado, mas mesmo assim ainda mantém a caixa craniana segura. Podem ou não ter a viseira de proteção, porém, caso não a possuam, o motociclista é obrigado a usar óculos protetores.

Os óculos de proteção de com lente escura só podem ser usados durante o dia, do mesmo modo que as viseiras escuras dos capacetes fechados. Se usados à noite, o o condutor estará sujeito às punições previstas pelo código de trânsito.

O modelo conhecido popularmente como coquinho não é regulamentado, pois não atende aos quesitos de segurança. Enquanto os outros quatro tipos têm seu interior protegido por uma camada espessa de isopor e espuma, os capacetes coquinhos têm um sistema de retenção que não protege adequadamente o usuário.

Independende do modelo, é preciso prestar atenção no tamanho. Um muito grande pode ficar frouxo e sair do lugar durante a pilotagem, enquanto um muito pequeno pode causar desconforto e não proteger como deveria. Além disso, a faixa que o afivela deve ficar sempre bem amarrada e justa.

Segurança nunca é demais

O capacete é uma ótima forma de proteção que é obrigatória. Mas, o que você acha de garantir a sua segurança e de sua família, em eventuais acidentes? Com o Vivo Seguros para Você, os clientes têm cobertura para diversas situações. O Seguro Acidentes Pessoais protege você em três situações.

> Seguros para Você: Conheça seguros de vida e acidentes pessoais

Este artigo lhe fez lembrar de alguém? Compartilhe!

O controle financeiro pessoal e o futebol
vale a pena usar roupas de marca
feiras de trocas
relógio ou celular
esteira ou bicicleta ergométrica
vale a pena comprar celular muito barato