Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Saiba quando vale a pena contratar seguro de acidentes pessoais

A- A+

As contas se acumulam e você resolve reavaliar gastos: o que é supérfluo e o que pode ser cortado. Mas o que fazer com os seguros? A tentação de uma redução nas despesas pode ser grande, mas acidentes não avisam e podem acontecem quando  menos esperamos. Muitas vezes, quando a economia pessoal não vai bem, algumas trocas são muito mais vantajosas do que deixar de proteger a família de alguns acidentes que possam acontecer.

No momento de avaliar a organização financeira para ajustar e não deixar as dívidas acumularem avalie: restringir algumas compras pessoais é mais benéfico para a família em momentos emergenciais do que deixar de lado a contratação de um seguro para acidentes pessoais.

 

shutterstock

Problemas econômicos podem acontecer sem um seguro. Foto: Shutterstock

Como funcionam os seguros para acidentes pessoais

Infelizmente, ninguém está livre de acidentes. Alguns podem trazer restrições quanto a continuidade da atividade profissional exercida, o que pode ocasionar uma perda importante de renda para toda a família. O seguro contra acidentes pessoais é uma boa forma de proteger a segurança financeira pessoal e a família.

É possível contratar seguros contra acidentes de forma individual ou familiar. Esse tipo de serviço protege quem contrata e pode incluir seus dependentes. Acidentes que levem o cliente a correr risco de morte ou invalidez (seja permanente ou parcial) fazem parte das coberturas desses seguros.

Um dos aspectos que o seguro de acidentes pessoais previne é o risco de problemas financeiros, causados por um afastamento, temporário ou permanente, do trabalho. Em casos assim, a renda familiar mensal pode ficar reduzida. O seguro contra acidentes prevê, aos beneficiários, uma indenização em caso de morte – que estará de acordo com o valor contratado. Em caso de invalidez, o contrato do seguro contra acidentes prevê diferentes formas de pagamento da indenização.

Custo do seguro contra acidentes

O valor do seguro contra acidentes no país pode variar até 700% entre uma empresa e outra, segundo dados da Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste). Hoje, o plano para uma mulher com mais de 40 anos e capital segurado em torno de R$ 150 mil , no máximo, R$ 250. Esse foi o maior valor encontrado pela Proteste na pesquisa realizada com nove empresas que oferecem seguros de vida. Já entre as instituições que oferecem seguro contra acidentes pessoais, o mesmo perfil de cliente pagaria em torno de R$ 30 para o mesmo padrão de benefício.

Há diferenças entre os dois planos: o seguro de vida também paga o seguro aos beneficiários em caso de morte natural. Já o seguro contra acidentes cobre apenas morte e danos causados de modo acidental.

Seguros para você

A Vivo oferece seguro de proteção pessoal que conta com coberturas por morte acidental, invalidez permanente total por acidente ou invalidez permanente total por acidente em veículos particulares, táxis ou pedestres.

> Seguros para Você: Conheça seguros de vida e acidentes pessoais

Este artigo lhe fez lembrar de alguém? Compartilhe!

O controle financeiro pessoal e o futebol
meu marido morreu tenho direito a pensão
quanto custa um seguro de casa
economizar no seguro do carro
Ela aposta na longevidade saudável
Conversando sobre direitos do consumidor do plano de saúde