Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Recorrer a uma consultoria financeira pode ser útil para seu bolso

A- A+

Entre as empresas, é até certo ponto comum buscar a ajuda de uma consultoria financeira para avaliar os procedimentos relacionados a receitas e despesas. Mas não é somente entre elas que o serviço é útil. Apesar de ainda pouco utilizado por pessoas físicas, é possível contar com esse auxílio especializado para colocar ordem nas finanças pessoais.

A ajuda de uma consultoria financeira pode ser fundamental para elaborar e executar um planejamento dos seus gastos, adotando um conjunto de ações, controles e procedimentos a curto, médio e longo prazo para se manter economicamente saudável.

Um consultor financeiro monta um orçamento e acompanha as contas do cliente.

Consultoria é importante para avaliar tudo que cerca a sua vida financeira. Foto: iStock, Getty Images

O papel de uma consultoria financeira

Uma consultoria financeira pessoal tem como objetivo revelar ao consumidor uma maneira mais racional de acumular bens e valores, levando em consideração sua personalidade e seu estilo de vida. Ela também aponta caminhos para que seu cliente zere suas dívidas e fortaleça suas economias por meio de aplicações e investimentos.

“Controlar as próprias finanças não é simples”, explica a consultora financeira da Dinheiro Inteligente Consultoria & Coaching, Evanilda Rocha. “A vida tem inúmeros imprevistos e a maioria das pessoas não tem autodisciplina para controlar e planejar suas próprias finanças”, acredita.

É aí que entra o consultor financeiro, especialista que ajuda na organização pessoal e na tomada de decisões. “Ele é um profissional cada vez mais requisitado, ainda mais porque o mercado financeiro tem se tornado mais dinâmico e complexo nas últimas décadas”, afirma Evanilda.

Em primeiro lugar, esse profissional ajudará na avaliação de tudo acerca de sua vida financeira. Em seguida, ele fixará objetivos e metas de acordo com o perfil do cliente, analisando com ele o mercado e montando estratégias para depois monitorá-las.

De modo geral, um consultor financeiro prepara um orçamento e acompanha as contas do cliente para saber se há sobra ou falta de recursos.

No caso de sobra, ele buscará investimentos para potencializar esse montante. Em situação de falta de dinheiro, ele auxiliará o cliente a tomar providências para nivelar seu orçamento.

Você vai se interessar por:

Planilha de gasto é essencial para o planejamento financeiro

Veja como mudar de vida e colocar suas finanças pessoais em ordem

Veja dicas para ensinar finanças para crianças

Consultoria financeira não só para a hora do aperto

Segundo Evanilda, geralmente, a maioria das pessoas só recorre a uma consultoria financeira quando há alguma situação de crise. “Descontrole nas contas, dívidas, ausência de poupança e dúvidas quanto a produtos financeiros são algumas dessas situações”, elenca.

Ela argumenta que esse comportamento não é o ideal e considera o serviço como válido para muito além dos momentos de emergência. “As pessoas acham que procurar ajuda significa ignorância. Mas um consultor pode ajudar a aumentar a confiança e as habilidades financeiras das pessoas”, defende.

Entre períodos de dificuldade e de bonança, a consultora indica algumas situações ideais para se procurar uma consultoria financeira:

– Caso você tenha recebido um aumento de salário

– Você recebeu algumas ações ou títulos, mas não sabe se deve mantê-los ou não

– Quando o saldo da sua caderneta de poupança está três vezes maior do que seu salário

– Suspeita de demissão

– Possibilidade de separação ou divórcio

– Ausência de fundos para emergências

– Aproximação da aposentadoria.

 

Gostou das dicas sobre consultoria financeira? Deixe seu comentário.

Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
Dicas para quem pensa em vender bens para pagar dívidas
seudinheiro-Compras-de-supermercado
sair da casa dos pais