Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Quando e como mudar o modelo de negócio da sua empresa

A- A+

Você pode conduzir a sua empresa com a maior retidão e competência, proporcionando ao cliente sempre um produto ou serviço de muita qualidade. Mas isso não é garantia de sucesso. Novidades tecnológicas, mudanças nos hábitos de consumo, concorrência, preço da matéria-prima e tantas outras questões podem inspirar uma revisão do modelo de negócio.

Não faltam exemplos de empresas que tiveram de se reinventar para continuar grandes. A IBM, por exemplo, mudou o foco da produção de equipamentos para a prestação de serviços de tecnologia da informação. Já a Kodak não soube reagir à digitalização da fotografia e pediu concordata em 2012.

Homem preocupado com modelo de negócio

Decisão é difícil, mas, às vezes, o modelo de negócio precisa ser alterado. Foto: iStock, Getty Images

O que é modelo de negócio

É importante não confundir modelo de negócio com plano de negócios. O modelo deve ser desenvolvido ainda antes do plano, que é mais detalhado. Nele, o empreendedor deve buscar resumir o que a sua empresa precisa para oferecer valor, qual é esse valor e como a receita é gerada.

Recomenda-se utilizar o Business Model Canvas, uma metodologia desenvolvida pelo suíço Alexander Osterwalder, que propõe o desenvolvimento do plano com informações divididas em nove categorias.

Assim como o plano de negócios, o modelo não é feito para ser seguido religiosamente. Em outras palavras, não há problema nenhum em alterá-lo caso você sinta que seja necessário. Para facilitar o desenho do modelo de negócio, utilize o Sebrae Canvas, plataforma do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Quando mudar o modelo de negócio é necessário?

Mas como saber quando é hora de mudar o modelo de negócio? Os casos mais óbvios são quando uma nova tecnologia se populariza, tornando o seu produto ou serviço obsoleto. Um exemplo são as empresas jornalísticas que utilizam meios analógicos ou impressos. As que não estão se adaptando às novidades dos meios digitais já estão ficando para trás.

Seja qual for o caso, se a mudança no modelo está sendo cogitada é porque as vendas não vão bem ou porque você está prevendo que dificuldades virão. Nesse caso, faça uma análise cuidadosa do seu modelo de negócio e encontre, ali, o que é fundamental, o que está mais ligado com a identidade da empresa.

Pode ser a tecnologia, o atendimento, a entrega… Identifique no que você é mais competente, qual a vantagem competitiva da empresa e permita-se questionar os demais tópicos do modelo de negócio.

Para saber o que fazer agora, continue os questionamentos, mas não apenas sobre a sua empresa. Quais os anseios do público você é mais capaz de atender? Há um nicho de mercado pouco explorado no qual a sua expertise será aproveitada? A partir daí, você vai criando ideias para alterar os rumos da sua empresa.

É claro que mudar o modelo de negócio não é uma decisão nada fácil. Afinal, até chegar à estrutura e funcionamento que a empresa tem hoje, muitas dificuldades devem ter sido enfrentadas. Mas um pouco de desapego é importante para que a companhia não acabe sendo soterrada pela dinâmica do mercado.

Você vai se interessar por:

Você também tem uma boa dica sobre modelo de negócio? Deixe seu comentário.

como montar uma empresa de cromagem
como lucrar vendendo bolo no pote
como lucrar na crise
lado bom da crise
como abrir uma microcervejaria
Prós e contras de trabalhar na empresa da família