Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Quais são os melhores investimentos atualmente? Descubra

A- A+

O que não falta no mercado financeiro são opções para quem quer investir. Ações, fundos de investimentos, títulos públicos, moedas estrangeiras, caderneta de poupança, entre vários outros tipos de aplicação, disputam a atenção de investidores conservadores e ousados e pessoas que querem ganhar rendimentos a curto, médio e longo prazo. Mas quais são os melhores investimentos no atual cenário econômico?

Diante da recessão econômica e da alta dos juros, o leque de melhores investimentos se restringe e o investidor precisa estar atento para obter melhores rendimentos. Confira a seguir uma lista com algumas das opções de aplicações que são vantajosas no momento.

Lista de melhores investimentos

Com as constantes altas da taxa Selic, o cenário econômico tem se mostrado propício para quem quer investir em aplicações de renda fixa pós-fixadas. Esse tipo de aplicação indexada a taxas como a própria Selic ou IPCA são os melhores investimentos atualmente porque estão se beneficiando da alta dos juros.

seudinheiro-Melhores-investimentos

Cenário econômico com elevação da taxa de juros propicia investimentos em renda fixa pós-fixadas. Foto: iStock, by Getty Images

Esse é o caso das Letras Financeiras do Tesouro (LFT). “Com a alta do IPCA, da taxa de câmbio e da Selic, os títulos públicos pós-fixados têm pago aos investidores rendimentos interessantes”, explica o economista e especialista em mercado financeiro Leonardo Rocha. “Diante dos rumos que a economia está tomando, os títulos públicos também têm protegido os investidores contra a inflação”, argumenta.

Você vai se interessar por:
Investimentos: fique por dentro das melhores aplicações para 2015
Saber investir depende de leitura: veja dicas

Os títulos públicos são emitidos pelo governo federal e podem ser comprados por meio do Tesouro Nacional. Existem diferentes tipos de títulos públicos, mas os mais rentáveis e melhores investimentos, no momento, são os pós-fixados.

Para o agente de investimento Juliano Custódio, quem pode esperar, no mínimo, dois anos para resgatar as aplicações tem as Letras de Câmbio como melhores investimentos. “Elas são garantidas pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC) e têm rendido até 130% do CDI (Certificado de Depósito Interbancário), taxa dependente da Selic, com percentual quase similar”, afirma. “A taxa CDI tem girado em torno de 13,60% ao ano, o que implica em rendimentos líquidos de mais de 15% ao ano com as letras de câmbio”, anima-se.

Custódio cita ainda as Letras de Crédito Imobiliário (LCIs) e Letras de Crédito do Agronegócio (LCAs) como boas aplicações. Esses são títulos privados de renda fixa emitidos por um banco e lastreados por empréstimos imobiliários ou do agronegócio.

“As LCIs e LCAs têm rendido entre 90% até 100% do CDI. Uma das vantagens desse tipo de investimento é que eles, além de garantidos pelo FGC, são isentos de imposto de renda”, indica o agente. “A desvantagem é que ambos exigem alto capital inicial de investimento”.

Melhores investimentos: CDB e Fundos DI

O CDB (Certificado de Depósito Bancário) e os Fundos DI são outros dos considerados melhores investimentos da atualidade, diante do cenário da alta de juros. “Os CDBs são certificados de depósito bancários emitidos por bancos para captar recursos junto a investidores”, define Custódio. “Eles não são isentos de tributação, mas bancos menores oferecem rendimentos superiores à taxa CDI”, destaca.

Os Fundos DI também não são isentos de tributação do Imposto de Renda, mas trazem boa rentabilidade porque estão atrelados à Selic. “Outra vantagem desse tipo de investimento é que os Fundos DI possuem alta liquidez, podendo ser resgatados a qualquer hora”, lembra Juliano Custódio.

Gostou das dicas de melhores investimentos? Deixe seu comentário.

O controle financeiro pessoal e o futebol
quando vale a pena comprar título de capitalização
vale a pena ter seguro
oscilações da Bolsa de Valores
investir para viajar
agência de classificação de risco