Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Proteção ao crédito: como descobrir se o seu nome está sujo

A- A+

Ter o seu nome nos registros das empresas de proteção ao crédito é uma situação que pode gerar problemas. Além de não poder ser avalista, o consumidor fica impossibilitado de fazer compras a prazo e tem dificuldade em conseguir empréstimos junto às instituições financeiras.

Consultar nos serviços de proteção ao crédito

É possível descobrir, de forma gratuita, se o seu nome está na lista de negativados. Para isso, é necessário ir até uma agência de proteção ao crédito, como é o caso do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Serasa. Além do CPF, é necessário levar junto outro documento de identifcação, como o RG, CNH ou Carteira de Trabalho.

A consulta permite que você descubra quais são as empresas credoras, que valores você está devendo e mesmo a data de origem e registro da dívida. Caso precise que alguém vá até a agência no seu lugar, é preciso estar atento a algumas especificações.

É preciso levar uma procuração com a sua assinatura, em que constem o seu CPF e data de nascimento. O documento deve ter firma reconhecida em cartório. Também é preciso do xerox do seu CPF e documento de identidade original do procurador.

Sair da lista de negativados exige calcular o valor das dívidas e renegociá-las. Foto: iStock, Getty Images

Sair da lista de negativados exige calcular o valor das dívidas e renegociá-las com os credores. Foto: iStock, Getty Images

Como negociar as dívidas

Sair da lista de negativados exige que você quite todas as dívidas. Para isso, o primeiro passo é listar todas as despesas fixas e variáveis que fazem parte do seu orçamento mensal. Ao analisar os dados, é preciso identificar que gastos podem ser reduzidos ou mesmo cortados, explica o economista Bernardo Baggio.

Ao saber o total de recursos disponíveis para quitar os débitos, é hora de fazer uma lista com tudo que precisa ser pago. A dica é privilegiar o pagamento daquelas que somam valores maiores e, justamente por isso, vão envolver juros mais altos.

Com tudo em dia, é só manter o planejamento e tomar alguns cuidados para não voltar a ter problemas com as finanças. Confira quais são os principais deles:

– Privilegie os pagamentos à vista. Se fizer compras a prazo, prefira o menor números de prestações possíveis

– Não descuide da planilha mensal dos gastos domésticos e anote tudo

– Mantenha uma reserva de segurança para os imprevistos e momentos de dificuldade

– Evite os empréstimos bancários e os juros envolvidos

– Economize nas compras do dia a dia e consuma de forma consciente.

 

Alerta CPF no celular

A Vivo oferece, em parceria com a Serasa Experian, um serviço inovador que permite que seus clientes recebam notificações via SMS sempre que:

  • Ocorrer uma alteração no status de seu CPF nas bases de dados da Serasa Experian
  • Uma empresa consultar seu nome nas bases de dados da Serasa Experian
  • Uma empresa estiver prestes a negativar o seu nome nas bases de dados da Serasa Experian.
> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

Gostou das dicas sobre proteção ao crédito? Compartilhe!

Empréstimo ou financiamento
sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns