Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Projeto promete construir celular fino como um cartão

A- A+

Desde que o telefone celular se tornou uma tecnologia acessível, ele já assumiu vários formatos. Grande, quadrado e com uma antena enorme ou menor que a palma da mão e com flip, com a moda das grandes telas, que mais parecem um tablet, surge agora um projeto para construir um celular fino como um cartão de crédito.

Projeto busca financiamento no Kickstarter. Foto: Divulgação

Projeto busca financiamento no Kickstarter. Foto: Divulgação

Celular fino só serve para fazer ligações

Batizado como The Light Phone, esse celular fino mais parece um cartão, porém com luzes de LED, que acendem no momento de fazer ou receber ligações. O lado bom disso é que sua bateria dura 20 dias e seu custo é baixo, em torno de US$ 100.

Ele não tem browser nem jogos e não serve para acessar e-mails, mas, por outro lado, não é tão sensível como os desejados smartphones, que causam aquela dor de cabeça quando caem no chão e têm suas telas quebradas. A ideia é que esse celular fino possa ser vendido no e-commerce a partir de maio de 2016.

O celular pode ser comprado também no Brasil pelo site de crowdfunding Kickstarter, mas os empresários explicam que a solicitação internacional pode não ser vantajosa. É preciso, antes de fazer o pedido, verificar as taxas de importação e outros encargos.

Toda a experiência de construção desse celular fino – que, apesar de simples, está dando o que falar – está sendo documentada com fotos e vídeos. A ideia é fazer um livro contando a história do projeto e mostrar como os aparelhos são realmente manufaturados.

Por que fazer um celular fino?

A ideia partiu de dois designers que se conheceram em um projeto do Google em Nova York. O objetivo da dupla vai além de fazer um celular acessível. A meta principal é construir uma tecnologia útil, segura, prática (cabe dentro da carteira) e que seja realmente funcional.

Uma das justificativas dos designers é que, atualmente, gastamos muito tempo de nossas vidas conectados a telas de diversos tipos. Mas, que fique claro: essa não é uma causa contra a tecnologia. É apenas uma forma de fazer algo útil sem interferir no que é considerado o bem mais precioso nos dias de hoje: o tempo.

No site do The Light Phone, os inventores sugerem também que o celular fino seja, por exemplo, o primeiro celular de uma criança. Assim, servirá apenas para receber chamadas dos pais, por exemplo.

Proteção para seu celular

Enquanto você ainda carrega um smartphone cuja tela tem o maior número de polegadas que você encontrou, mantenha-o em segurança. Afinal, uma tela quebrada pode significar um grande prejuízo. O Vivo Multiproteção Celular pode ser uma ferramenta útil para você. Com esse seguro, seu aparelho fica protegido em caso de roubo, furto qualificado e danos materiais acidentais.

> Vivo Multiproteção Celular: Proteja seu aparelho contra roubo, furto, quebra e imersão em água

Este artigo lhe fez lembrar de alguém? Compartilhe!

queda do dólar
vale a pena comprar celular muito barato
viajar para a China
viajar para a Tailândia
juros cobrados no cartão de crédito
como lidar com a avareza