Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Projeto de estudantes ensina sobre o uso consciente do dinheiro

A- A+

De cada dez brasileiros, quatro vivem fora do padrão de vida que seria adequado à sua realidade financeira. É o que aponta pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) com a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). E é justamente para tentar mudar essa realidade e ensinar o uso consciente do dinheiro que surgiu o projeto Bem Gasto.

Bem Gasto ensina uso consciente do dinheiro

Projeto desenvolveu aulas e apostilas com foco no planejamento e uso consciente do dinheiro. Foto: Divulgação

Incentivo ao uso consciente do dinheiro

O Bem Gasto surgiu ainda em 2012, em São Paulo, quando três jovens universitários decidiram passar adiante os seus conhecimentos sobre finanças.

Com a ajuda de professores, eles desenvolveram apostilas e aulas sobre uso consciente do dinheiro que hoje servem para ensinar jovens e adultos em diversas escolas e instituições do Brasil.

“Damos bastante importância em nossas aulas para a relação entre qualidade de vida e padrão de vida, e acreditamos que essa relação pode ser ajustada através da criação e do cumprimento de um orçamento familiar”, explica Felipe Aquino, presidente do projeto.

O objetivo é que, a partir do planejamento das finanças, o público passe a compreender os impulsos de compra e estabeleça uma relação consciente de consumo. Com a mudança, a realização de sonhos fica mais próxima.

“Nossa principal atuação é através de aulas de educação financeira em escolas, ONGs e empresas. Mas queremos ir além: estamos testando um novo curso para crianças e pretendemos aumentar a divulgação e qualidade de nossos conteúdos online”, afirma.

A partir da discussão de situações que fazem parte do cotidiano dos alunos, é mostrada a importância não de gastar menos, mas sim de forma mais consciente. Ou seja, permitir que o dinheiro seja bem gasto.

Bem Gasto aborda uso consciente do dinheiro

Bem Gasto dissemina informações sobre educação financeira em escolas, ONGs e empresas. Foto: Divulgação

Você vai se interessar por:

Fuja do excesso de juros no cartão e use a ferramenta de forma positiva

Conheça bons hábitos financeiros para adotar antes dos 30 anos

Confira 5 práticas de consumo consciente para o seu dia a dia

O que o Bem Gasto ensina sobre uso consciente

Quando o assunto é o uso consciente dos recursos financeiros, a primeira dica do Bem Gasto é definir e cumprir um orçamento mensal. Com ele, fica mais fácil adequar os gastos e manter o equilíbrio das contas.

A outra dica é buscar conhecimento sobre os mais diversos assuntos que fazem parte do cotidiano de administração das finanças, mas que, às vezes, parecem totais desconhecidos.

Você sabe, por exemplo, quais são as modalidades de crédito disponíveis e que cuidados elas exigem? Ao fazer a escolha errada, o resultado pode ser o aumento de uma dívida.

Também vale conhecer os modelos de investimentos mais básicos e saber como negociar na hora de fechar uma compra, seja da sua casa própria ou de uma peça de roupa. O resultado é a saúde financeira em dia – e mais qualidade de vida.

 

Gostou das dicas para fazer o uso consciente dos seus recursos financeiros? Compartilhe!

vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças
vale a pena comprar no crediario