Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Priorizar dívidas: saiba que critérios utilizar para o pagamento

A- A+

Pense na seguinte situação: você está endividado, com contas de luz, água e gás vencidas. Cartão de crédito a vencer com um valor alto e cheque especial perto do limite. Você provavelmente se pergunta: qual critério deve ser utilizado na hora de priorizar dívidas?

A situação é mais comum do que se pensa no Brasil. De acordo com a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), em março de 2015 o percentual de famílias endividadas no país chegou a 59,6%, contra 57,8% do mês anterior.

Para sair do momento de dificuldade, é preciso planejamento e controle financeiro.

Controle financeiro é essencial na hora de resolver problemas com dívidas. Foto: iStock, by Getty Images

Controle financeiro é essencial na hora de resolver problemas com dívidas. Foto: iStock, by Getty Images

“A solução é fazer um levantamento detalhado de todas as dívidas, separando os itens em ‘essenciais’ e ‘não essenciais’, priorizando o pagamento das essenciais para evitar o corte de serviços indispensáveis. Deve-se também priorizar as dívidas que têm as taxas de juros mais altas. Provavelmente serão as dos empréstimos adquiridos junto ao sistema financeiro”, avalia Reinaldo Domingos, educador financeiro e presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin).

Negociação para priorizar dívidas

Pagar dívidas de serviços essenciais, como água, luz e gás, deve ser prioridade, uma vez que o corte pode complicar a vida da família toda. Tributos e pensão alimentícia também são críticos, em muitos casos, pois podem levar à penhora de bens mais facilmente que as dívidas com empresas e bancos.

Ao priorizar as dívidas com bancos, o melhor, recomenda Domingos, é procurar o gerente e pedir que se junte em um mesmo pacote os débitos de cheque especial, cartão de crédito e demais empréstimos, que possuem juros mais elevados. Na negociação, o ideal é chegar a uma linha de crédito diferente, mais alongada, com juros médios de 2,5%, cuja prestação seja menor do que o valor total dos juros que a pessoa pagava mensalmente.

“A partir do acordo com o banco, o devedor estará pagando não mais apenas os juros, e sim o valor principal, fazendo com que a dívida seja efetivamente liquidada ao longo do tempo”, explica.

Se não houver possibilidade de acordo com a instituição, o educador financeiro recomenda poupar, para quando o endividado for procurado pelas empresas de recuperação de crédito contratadas pelos bancos tenha melhores condições de negociar a quitação em valores menores.

Vivo Alerta CPF

Imagine um serviço que te alerta cada vez que houver consultas ou movimentações em seu CPF? Entre as funções do Vivo Alerta CPF está o envio de um SMS ao cliente toda vez que ocorrer uma alteração no status do seu nome nas bases de dados da Serasa Experian, também toda vez que uma empresa consultar o nome do cliente nas bases de dados da Serasa e ainda quando o seu nome estiver prestes a ser negativado.

Além disso, o cliente recebe exclusivas dicas anti-fraude e pode visualizar o relatório completo sobre o seu CPF.

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

Gostou das dicas para priorizar dívidas? Compartilhe!

É importante entender de finanças bem antes de sair de casa.
sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns