Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Prazo do contrato do Fies é reaberto e renovação segue até novembro

A- A+

Você é aluno do Ensino Superior, mas precisa de financiamento? O mês de outubro reservou uma boa notícia para você: após muita polêmica, o prazo para renovação do contrato do Fies junto ao governo federal foi reaberto e prorrogado pela segunda vez. Agora, ele se estenderá até 30 de novembro.

A decisão foi tomada pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e todos os aditamentos de contrato do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) devem ser realizados por meio do site, acessando o programa SisFies. Saiba mais sobre como renovar o seu contrato.

A partir de agora, a renda familiar per capita será limitada em 2,5 salários mínimos.

Uma série de mudanças no Fies repercutiu entre os estudantes neste ano. Foto: iStock, Getty Images

Maior prazo para renovar contrato do Fies

Estudantes de todo o Brasil viveram momentos de incerteza nos últimos meses. Em maio, o Ministério da Educação divulgou que os R$ 2,5 bilhões disponíveis para todo o ano seriam suficientes apenas para atender aos novos contratos. Com isso, um número limitado de alunos poderia recorrer ao financiamento.

Já no mês de julho, o Ministério do Planejamento liberou um crédito extraordinário de R$ 5,1 bilhões. Desse valor, R$ 4,2 bilhões serão destinados às concessões.

Isso significa que mais estudantes poderão encaminhar seu contrato do Fies. Como o prazo inicial, válido apenas para os primeiros dias de agosto, não foi suficiente para atender à demanda, ele teve que ser foi prorrogado.

O prazo que se estende até 31 de outubro também é destinado a outras operações, além do contrato do Fies. Nesse período, por exemplo, pode ser realizada a transferência integral do curso ou da instituição de ensino.

Também é possível solicitar a dilatação do prazo de uso do financiamento, assim como o aditamento na sua suspensão temporária – referente ao segundo semestre de 2013 e ao primeiro e segundo semestres de 2014.

Principais mudanças no contrato do Fies

Uma série de mudanças no Fies repercutiu entre os estudantes neste ano. Uma delas foi a taxa de juros, que praticamente dobrou em relação à última modificação. Os novos contratos terão juros de 6,5% ao ano, enquanto os contratos realizados a partir de março de 2010 têm uma taxa anual de 3,4%.

O prazo de pagamento também foi estendido para um período de até três vezes a duração do curso.

Outra mudança que gerou discussões foi o critério financeiro. A partir de agora, a renda familiar per capita será limitada em 2,5 salários mínimos. Até a última edição do Fies, a renda bruta familiar era de até 20 salários.

A partir dos novos contratos, o Fies também passa a dar prioridade para os estados do Norte, Nordeste e Centro Oeste, excluindo o Distrito Federal. Antes não havia uma priorização, mas 60% dos financiamentos eram distribuídos aos estados do Sul e Sudeste, além do Distrito Federal.

Você vai se interessar por:

Confira passo a passo para acessar o Fies, financiamento estudantil

Como emitir a segunda via de boleto do Fies em caso de atraso

Fies: aditamento semestral é obrigatório

E você, já renovou o contrato do Fies? Cadastre-se e receba nossa newsletter.

melhores universidades do brasil
como economizar na limpeza
como conseguir desconto em faculdade particular
Como tirar manchas de mofo e bolor da parede
Aulas particulares de matemática
Aulas particulares de inglês