Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Poupança versus CDB: veja qual leva a melhor em 2015

A- A+

Poupança versus CDB, qual é a melhor modalidade para investir? A dúvida é comum entre aqueles que desejam aplicar seu dinheiro em opções que ofereçam baixo risco. Mesmo com características semelhantes, os dois modelos possuem diferenças que precisam ser levadas em conta na hora de iniciar um investimento.

Poupança versus CDB: qual escolher

Ambos são investimentos em rende fixa populares entre os brasileiros. Para o especialista em investimentos Silvio Paulo Hilgert, diretor acadêmico da XP Educação, a principal vantagem da poupança quando comparada ao Certificado de Depósito Bancário (CDB) é a isenção dos lucros no Imposto de Renda.

Por outro lado, a rentabilidade líquida histórica do CDB tem sido superior à da poupança, afirma Hilgert. Em termos de riscos, ambos são bastante semelhantes. Além da garantia da instituição financeira, contam com o suporte do Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

As duas modalidades oferecem ao investidor liquidez diária. Ou seja, permitem que o dinheiro seja retirado a qualquer momento. No caso do CDB, esse prazo pode ser maior, de acordo com as definições especificadas no momento da compra. Para definir qual é a melhor aposta, o importante é saber quais são os seus objetivos. De modo geral, os especialistas não consideram a poupança viável.

“Veja, se considerarmos que a poupança rende em torno 6,5 a 7% ao ano e que num bom CDB o investidor obtém rentabilidade de até 110% a 115% do Certificado de Depósito Interbancário (CDI), mesmo descontando os 15% de Imposto de Renda sobra um rentabilidade líquida superior a 12% ao ano”, explica Hilgert.

Calcule a rentabilidade e conheça os seus objetivos antes de escolher entre poupança versus CDB. Foto: iStock, Getty Images

Calcule a rentabilidade e conheça os seus objetivos antes de escolher entre poupança versus CDB. Foto: iStock, Getty Images

 O funcionamento da poupança

Todos os meses, o rendimento da poupança é atualizado. São duas as modalidades de tarifas aplicadas, que variam de acordo com o mercado econômico.  Sempre que a taxa básica de juros estiver em 8,5% ou menos ao ano, a poupança rende 70% da Selic, mais a Taxa Referencial (TR).

Quando a Selic operar em alta e seu valor por superior aos 8,5% ao ano, a rentabilidade vai ser calculada a partir de de uma taxa de 0,5% ao mês, somada à TR. É o que ocorre atualmente no Brasil, com o mercado econômico em instabilidade.

Dicas para investir em CDB

Conforme explica Alexandre Espirito Santo, professor de Finanças e Economia do Ibmec-RJ, o Certificado de Depósito Bancário funciona como um empréstimo que você faz ao banco. Nesse caso, os papéis se invertem e é você quem recebe uma margem de lucro.

Mas, antes de investir, é importante estar atento a dois itens principais, lembra o diretor da Vérios Investimentos, Felipe Sotto-Maior:

– Busque uma boa taxa de remuneração com o banco. A oferta varia de acordo com o valor que você pretende investir e o tempo que pretende manter a aplicação. Compare com outras alternativas disponíveis no mercado, como é o caso do Tesouro Direto

– Evite concentrar todos os seus investimentos na categoria de crédito privado, como os CDBs. Em cenários de juros altos, a rentabilidade aumenta, mas os riscos também, pois a inadimplência tende a aumentar. Investir já contando com a garantia do FGC indica que tem algo de errado na sua estratégia.

> Seguros para Você: Conheça seguros de vida e acidentes pessoais

Gostou das dicas para escolher entre poupança versus CDB? Compartilhe!

investir em imóvel na planta vale a pena
vale a pena investir na decoração de uma casa para alugar
vale a pena ter seguro de vida
dinheiro poupança pode ser penhorado
por que a poupança rende tão pouco
o que é previdência complementar