Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Poupança: opção famosa, segura, mas sem força

A- A+

Você pode até não ter conta em banco, mas ainda assim já deve ter ouvido falar da poupança. Se você tem uma meta definida, um sonho a realizar, e já comentou com amigos, é possível que alguns deles já tenham recomendado a você esse tipo de investimento. Afinal, fazer seu dinheiro render pode ser o que faltava para comprar um carro ou estudar fora do Brasil.

O que é poupança?

De forma básica, a poupança pode ser entendida como um tipo de conta bancária cujo saldo é mensalmente reajustado, de forma automática. Ou seja, mesmo sem fazer depósitos nela, o seu dinheiro cresce – mas aumenta pouco, e é justamente isso que faz do investimento uma aplicação pouco atrativa, apesar do seu baixo risco.

A chamada caderneta de poupança é regulada pelo Banco Central, rende 0,5% ao mês (6,17% ao ano) e mais a variação do TR, índice criado pelo governo e que é calculado pela Selic, a taxa de juros no Brasil. Para abrir uma conta do tipo, é preciso escolher o banco e apresentar documentos, sem comprovação de renda e sem pagamento de taxas. Também não há cobrança de manutenção da conta.

poupança

Quem economiza garante um futuro mais tranquilo. Foto: iStock, Getty Images

Segundo especialistas, há no país uma cultura muito sólida de guardar recursos na poupança. Há anos, os bancos fazem propagandas do produto como a mais segura das opções que existem. “O que muitas pessoas ainda desconhecem é que existem alternativas tão seguras quanto capazes de render quase o dobro“, afirma Pier Mattei, sócio da Monte Bravo Investimentos.

Mas não desconsidere totalmente a opção. Se você é daqueles que guarda dinheiro em casa para juntar recursos e realizar um sonho futuro, trocar essa opção pela poupança já pode ser considerado um bom negócio. Sair da inércia e investir, ainda que com ganhos mínimos, é melhor do que seguir sem fazer nada.

Segundo Mattei, a poupança é interessante para estimular as pessoas a começarem a guardar dinheiro. Porém, o ganho da caderneta é na sua maioria ilusório, dado que ele mal corrige o avanço da inflação.

Ou seja, para o especialista, quem mantiver seus recursos em poupança talvez consiga, na melhor das hipóteses, repor perdas com o aumento dos preços. “E isso nos parece muito pouco para quem quer aumentar seu patrimônio”, argumenta.

Rendimento da poupança

poupanca

Poupança é investimento seguro. Foto: iStock, Getty Images

Como já abordado, o rendimento da poupança faz da aplicação uma opção pouco atrativa.

A remuneração dos depósitos de poupança é calculada sobre o menor saldo de cada período de rendimento, que é o mês corrido, a partir da data de aniversário da conta de depósito de poupança.

A poupança não é o único investimento seguro que existe, mas é o mais conhecido. O risco maior do investidor é ver o banco onde seu dinheiro está aplicado falir.

Ainda assim, o consumidor está protegido pelo Fundo Garantidor de Crédito em até R$ 250 mil. Hoje, apenas valores acima desse correm algum risco nesse tipo de aplicação.

Formar poupança e aplicar na poupança

O termo fazer poupança, em nosso país, já ultrapassou o significado inicial, que era abrir uma conta desse tipo em uma agência bancária destinada a guardar recursos que, enquanto não mexermos, estariam rendendo.

Hoje, quando alguém fala que quer formar poupança, não necessariamente está dizendo que quer colocar seu dinheiro num banco, mas que pretende economizar de alguma forma para atingir um objetivo. Isto é, a intenção, geralmente, é dizer: “quero poupar”.

Mesmo assim, conforme alertam especialistas, não espere pela poupança se sua intenção é aumentar patrimônio. “Se uma pessoa quer aumentar seu patrimônio – e desconheço quem não queira -, deve passar longe da poupança e buscar apoio de um especialista capaz de prover a melhor solução”, declara Mattei.

Conta corrente sem complicação

Você já pensou em ter uma conta corrente no seu celular, que facilita os pagamentos, as compras e os saques em todas as situações? Tudo isso sem necessidade de comprovar renda. Com o Vivo Zuum no celular, você pode:

– Transferir dinheiro para outra pessoa que também tenha conta Vivo Zuum, de qualquer lugar.

– Recarregar os créditos do seu celular Vivo, de um parente ou amigo.

– Pagar contas de água, luz, gás e boletos bancários.

E solicitando o cartão Vivo Zuum, você também pode:

– Fazer compras em mais de 1,8 milhão de estabelecimentos conveniados MasterCard.

– Sacar dinheiro em caixas eletrônicos da Rede Cirrus.

> Vivo Zuum: Tenha conta corrente com cartão, sem banco, sem complicação

Gostou das dicas sobre poupança? Compartilhe!

Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
Casal melhora as finanças pessoais
É importante entender de finanças bem antes de sair de casa.
como abrir uma academia de ginástica