Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Posso usar o FGTS para reformar a casa? Descubra

A- A+

Se você está querendo mudar o visual do seu lar, deve estar se perguntando: posso usar o FGTS para reforma? Dentre todas as possibilidades de saque do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, a reforma não está entre elas. A Caixa não autoriza esse procedimento, embora algumas pessoas já tenham conseguido por meio da Justiça.

Não posso usar o FGTS para reformar a casa? E agora?

Embora não seja permitido utilizar o seu Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, existem meios de utilizar parte do recurso para esta finalidade.

Quem opta pela linha de crédito da Caixa para reformar o seu imóvel, tem a opção de utilizar o dinheiro do FGTS como parte do pagamento. O restante deve ser quitado da forma convencional.

seudinheiro-Posso-usar-o-FGTS-para-reforma

Se você não tem pressa, uma boa alternativa é o consórcio para sua reforma. Foto: iStock, Getty Images

Alternativas ao FGTS

Linhas de crédito

Todos os beneficiários do FGTS têm direito a linhas de crédito especiais. Uma delas é a Fimac FGTS, lançada em 2012. Com ela, o usuário pode retirar até R$ 20 para construir, ampliar ou reformar. A taxa de juros é de 12% ao ano e o valor do imóvel não pode ultrapassar R$ 500 mil.

Construcard

Trata-se de outro recurso disponibilizado pela Caixa para financiar a reforma ou construção de imóvel. Nesse caso, qualquer pessoa pode solicitar o crédito, sendo ou não beneficiário do FGTS. O valor máximo liberado dependerá da renda do solicitante e o prazo para pagamento é de 96 meses.

Consórcio

Se você não tem pressa, uma boa alternativa é o consórcio. A oferta deles é bem farta no mercado, além de ser uma alternativa mais em conta. Você paga as parcelas de acordo com a sua disponibilidade e, quando sorteado, usa o valor da carta de crédito para pagar a reforma. Se tiver uma quantia disponível, pode dar lances para ser contemplado antes.

Entenda as dificuldades da reforma

É claro que há outras linhas de crédito, oferecidas por bancos privados, destinadas à compra de material de construção. Mas mesmo essas se tornam menos vantajosas do ponto de vista financeiro. As taxas de juros costumam ser, no mínimo, duas vezes maiores que as de financiamento habitacional.

Você vai se interessar por:
Descubra quais são os principais gastos para reformar sua casa
Saiba como o design de interiores pode ajudar em sua reforma

Além disso, para pleitear uma linha de crédito para reforma é necessário apresentar projeto da obra, assinado por um engenheiro, contendo um cronograma detalhado da reforma e a previsão de gastos para cada etapa. Ainda assim, está sujeito a vistorias mensais por parte do banco.

Cuide de seu patrimônio

Para contar mais tranquilidade, o Seguro Proteção Residencial da Vivo oferece diversos pacotes, onde é possível se prevenir contra incêndio, quedas, raio, explosão, roubo, furto qualificado de bens, responsabilidade civil ou familiar e danos elétricos.

> Seguros para seus bens: Proteção da sua casa até sua bolsa, mochila e carteira

Gostou das dicas se posso usar o FGTS para reforma? Cadastre-se e receba nossa newsletter.

investir em imóvel na planta vale a pena
vale a pena investir na decoração de uma casa para alugar
dividir aluguel com alguém
cooperativa habitacional
por que a poupança rende tão pouco
crédito para financiar casa própria