Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Posso desistir de um título de capitalização? Tire suas dúvidas

A- A+

Você foi ao banco, conversou com o gerente e decidiu aceitar sua sugestão de contratação de um novo produto financeiro. Mas a crise chegou, o orçamento apertou e você já não vê mais vantagens na sua manutenção. E agora? Será que posso desistir de um título de capitalização?

Não é só você que fica em dúvida. Afinal, a alta dos preços pegou muita gente de surpresa. Por isso, é natural que os brasileiros façam uma ginástica com o orçamento para imprimir novos cortes. No caso específico, se você contratou um título de capitalização e quer cancelar o produto, é importante conhecer as suas regras.

Perguntando se posso desistir de um título de capitalização

Multa pelo encerramento antecipado leva cliente a perder parte dos recursos. Foto: iStock, Getty Images

Posso desistir de um título de capitalização?

Segundo a Superintendência de Seguros Privados (Susep), um título de capitalização tem a finalidade de formar capital para o banco. Um dos maiores atrativos desse produto financeiro é realização de sorteios – também custeados com o valor pago pelos clientes.

Se você contratou e quer desistir no meio do caminho, é importante ler o contrato, com todas as suas cláusulas, e verificar os prazos de pagamento. Afinal, há critérios estabelecidos para o acerto do pagamento mínimo, conforme o período decorrido entre a compra e a desistência.

A desistência é permitida, conforme esclarece o Procon de São Paulo. Entretanto, é preciso verificar junto à instituição financeira qual será a sua remuneração. Tudo depende do tempo de contrato e do número de parcelas pagas, pois o valor devolvido é proporcional.

Como a maioria dos bancos oferece contratos longos, de até 50 meses, é preciso fazer o cálculo para ver se vale a pena a desistência. Em alguns casos, a quebra de contrato antes de um ano não dá direito a resgate.

Penalidades pela desistência

Agora você já sabe que pode desistir de um título de capitalização. Mas isso não vem sem ônus. O consultor financeiro Arthur Jardim Nogueira Borges esclarece que a penalidade é imposta sob a forma de uma devolução menor dos valores pagos ao título de capitalização.

Via de regra, quanto menos parcelas forem pagas, menor será o valor recebido. “Isso faz com que o subscritor perca parte do capital capitalizado em vez de perder apenas parte do rendimento já adquirido”, sustenta.

Em alguns investimentos, explica Borges, o banco penaliza o investidor que resgata antecipadamente, deixando de remunerá-lo integralmente conforme contratado – pagando apenas uma fração da remuneração obtida, mas sem afetar o capital investido. “Já com o título de capitalização, perde-se parte do capital”, reitera.

Você vai se interessar por:

Quando desistir?

Existe um momento certo para desistir de um título de capitalização? “Vale a pena desistir do título de capitalização antes de começar”, diz Borges. Em outras palavras, desistir não é uma boa opção.

Do ponto de vista do investimento, o consultor sustenta que está longe de ser o melhor produto bancário, em condições inferiores até à poupança. “No CAP Torcedor da Caixa Econômica Federal, por exemplo, o subscritor recebe apenas 9% do pagamento quando desiste do título após trinta dias do pagamento da primeira prestação. Esse percentual aumenta para 99,7% na 59ª prestação das 60 do contrato”, argumenta.

 

Posso desistir de um título de capitalização: conhece alguém com essa dúvida? Compartilhe as dicas!

quando vale a pena comprar título de capitalização
sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns