Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Por que as coisas são tão caras no Brasil? Descubra 3 motivos

A- A+

Alugar um imóvel, comprar um eletrônico ou simplesmente fazer o rancho do mês no supermercado são ações que pesam no bolso dos brasileiros. Isso não é só impressão: segundo ranking do portal Expatistan, pelo menos 15 das 230 cidades do mundo com maior custo de vida estão aqui no país. Mas por que as coisas são tão caras no Brasil?

Há diversos fatores por trás dos custos elevados que os brasileiros pagam diariamente. A recessão econômica atual é um deles: só em 2015, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Produto Interno Bruto (PIB) caiu 3,8% no país – a pior taxa em 25 anos. O ano encerrou com inflação oficial em 10,67%.

Entenda por que as coisas são tão caras no Brasil

A crise econômica certamente encarece o custo de vida em um país. Mas se o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) já prevê uma estimativa mais baixa de inflação para 2016 e uma queda menor no PIB, será que isso seria o suficiente para aliviar o orçamento dos cidadãos? Não necessariamente.

por que as coisas são tão caras no Brasil

Carga tributária elevada e pouca competitividade de mercado tornam o custo de vida caro para os brasileiros. Foto: iStock, Getty Images

Em artigo, o economista Ricardo Amorim explica que há, pelo menos, três outras razões por trás do alto custo de vida no Brasil. A seguir, você descobre quais são elas:

  1. Carga tributária elevada

O Brasil tem uma das cargas tributárias mais elevadas do planeta, concentrada especialmente sobre consumo e produção. Imagine que, por aqui, quase metade do valor de um carro – cerca de 40% – vai para o governo na forma de impostos. Nos Estados Unidos e na China, são apenas 20%. Além disso, enquanto globalmente a maioria dos países utiliza um imposto específico sobre o consumo, aqui são pelo menos seis.

  1.  Menos competitividade

Outro grande problema no país é que a burocracia e o regime tributário complexos, somados à mão de obra cara e uma infraestrutura ruim, aumentam o risco de investimentos para os empresários. Com menos empresas estabelecidas por aqui, há menor competitividade e as companhias podem subir seus preços e aumentar as margens de lucro.

  1. Má distribuição de renda

A desigualdade de renda no Brasil ainda é uma das piores no mundo inteiro. Ocorre que a grande concentração de dinheiro em uma determinada amostra da população gera algo chamado “valorização de status nas compras”.

Em outras palavras, as pessoas aceitam pagar mais porque, através do consumo, reforçam sua separação dos consumidores de outras classes sociais. É por isso que tênis ou roupas que no exterior são artigos populares, aqui viram produtos de luxo. Assim, se há demanda por produtos com preços irreais, por que a oferta haveria de ser mais em conta?

Você vai se interessar por:

Esteja pronto para as oportunidades

Se você está em busca de um emprego, não vai perder uma oportunidade por ficar sem saldo no celular. Com o Vivo Crédito Antecipado Voz você pode solicitar uma recarga emergencial de R$ 3 para falar e enviar SMS para todo o Brasil. O valor é descontado automaticamente da sua próxima recarga ou da fatura da sua conta Controle.

> Crédito Antecipado de Voz: Garanta R$ 3 de crédito até a próxima recarga do celular pré-pago

Conseguiu entender melhor por que as coisas são tão caras no Brasil? O que você pensa sobre o custo de vida por aqui? Deixe sua opinião sobre o artigo nos comentários.

vale a pena comprar no crediario
valor da cesta básica no Brasil
aplicativos para economizar no supermercado
valor da cesta básica em Fortaleza
valor da cesta básica em Belém
valor da cesta básica em Natal