Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Política monetária: veja os efeitos no bolso do consumidor

A- A+

Inflação, juros e preços são termos do mundo financeiro comuns no dia a dia do brasileiro. Para manter a economia nos trilhos, o governo federal é o responsável por dar as diretrizes que tem por objetivo, por exemplo, manter a inflação em um determinado patamar e os juros em um nível que ao mesmo tempo remunere o investidor e não inviabilize negócios. A esse conjunto amplo de ações damos o nome de política monetária.

A política monetária do Brasil é estabelecida pelo governo federal e executada pelo Banco Central. É provável que você já tenha ouvido falar no Comitê de Política Monetária, mais conhecido como Copom. A cada 45 dias, os olhos do país se voltam à reunião dos integrantes do comitê em Brasília, pois nela é definida a Selic, a taxa básica de juros do país.

Por ser uma taxa que serve de referência para todas as demais, ela tem grande importância para a economia e é um dos principais instrumentos de política monetária do país.

politica-monetaria

Política monetária é estabelecida pelo governo federal. Foto: iStock, by Getty Images

Política monetária no dia a dia

Por ser um referencial de mercado, a oscilação da taxa Selic pode ser sentida no cotidiano. Apesar de não ser a única taxa avaliada pelas instituições, ela tem forte influência na definição dos juros de produtos bancários, como o cheque especial da conta corrente, o cartão de crédito e os empréstimos. Se o Copom aumenta o valor da Selic, é provável que no curto ou médio prazo a alta atinja o consumidor e provoque reações como o aumento da inadimplência, uma vez que todas as dívidas ficam mais caras.

A taxa Selic também é um instrumento de política monetária do Banco Central usado no controle da inflação. Desde 1999, o Brasil segue um sistema de metas, que, na prática, define um percentual com margem de tolerância que deve ser perseguido pelo governo. Por exemplo, se a meta de inflação for 4,5% em um ano, existe uma margem de tolerância de até dois pontos percentuais que ainda é aceita. Então, se no ano a taxa de aumento nos preços chegar a até 6,5% é considerado que o governo atingiu seu objetivo.

Nesse contexto, a taxa Selic é usada para estimular ou desestimular a circulação de dinheiro na economia. Com um juro maior, provavelmente menos pessoas estarão dispostas a investir e gastar, logo, menos dinheiro circulará, o que gerará um aumento mais modesto nos preços da economia.

Conta corrente pré-paga

O Vivo Zuum é o primeiro serviço de pagamento que funciona no seu celular para você transferir e receber dinheiro, recarregar seu celular, fazer compras usando o cartão de débito pré-pago e sacar dinheiro. Não é preciso ter conta em banco e nem comprovar renda. É um meio fácil, rápido e seguro.

Para se cadastrar gratuitamente, é só ligar *789# do seu celular Vivo. Após isso, basta realizar um depósito na sua conta em um dos pontos conveniados. Além das diversas vantagens, todas as tarifas são convertidas em bônus no seu celular para falar de Vivo para Vivo.

> Vivo Zuum: Tenha conta corrente com cartão, sem banco, sem complicação

Gostou das dicas sobre política monetária? Deixe seu comentário.

Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
como abrir uma academia de ginástica
como abrir uma pizzaria
como montar uma drograria