Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Plano de ação financeiro atua como um mapa para se livrar das dívidas

A- A+

Tudo começa com uma conta atrasada. Depois, vem a prestação que você não consegue quitar. Finalmente, quando chega a fatura do cartão de crédito, é tarde demais: as despesas se acumularam e o saldo está no vermelho. Já aconteceu com você? A solução passa por entender como um plano de ação financeiro pode resolver os seus problemas com o dinheiro.

Mulher precisa de plano de ação financeiro

Organização financeira é essencial para acabar com as dívidas e ficar no azul. Foto: iStock, Getty Images

Plano de ação financeiro permite saldar as dívidas

Rodolfo Cabral, educador financeiro ligado à DSOP, explica que ninguém fica com o saldo no vermelho por acaso. Por isso, segundo o especialista, não adianta combater os efeitos sem atuar contra a causa.

“É preciso conhecer o seu ‘eu financeiro’, saber como você se comporta com relação ao dinheiro, ou seja: é necessário fazer um diagnóstico financeiro de sua vida”, orienta Cabral. Nesse contexto, o plano de ação financeiro é uma das melhores armas para reverter o saldo negativo. Confira o passo a passo:

1. Calcule os seus rendimentos

O primeiro passo é saber exatamente quanto você recebe por mês. Para quem tem apenas uma fonte de rendimento, basta calcular o valor do salário, comissões e bônus.

2. Analise seus gastos

Agora, é hora de entender para onde o seu dinheiro vai todos os meses. Despesas fixas, como contas de energia elétrica, água, internet e a mensalidade da faculdade, devem ser separadas das despesas variáveis, como gastos com lazer e vestuário.

3. Priorize as contas com os maiores juros

Se você tem diversas contas atrasadas ou por vencer, analise quais possuem os maiores valores e os maiores juros, para identificar a prioridade em curto e médio prazos. Faz mais sentido quitar uma dívida de R$ 300,00 com juros de 3% do que usar esse dinheiro para pagar duas contas de R$ 150 com juros de 1%. Serviços básicos também são prioridade.

4. Defina um valor para poupar

Você não deve gastar todo o salário do mês, a não ser que isso seja absolutamente necessário. O ideal é poupar um montante todos os meses, mesmo que seja um valor baixo. Além de investir na poupança, é possível analisar outras aplicações, como fundos de renda fixa. Defina quanto você irá separar no início de cada mês.

5. Estabeleça um objetivo

Para Cabral, a maneira mais eficaz de superar as dívidas é estipular uma meta. “A melhor forma de mudar suas atitudes é encontrando uma razão forte o suficiente para que provocar essa mudança”, aponta ele. “E eu não conheço razão melhor que a realização de sonhos.”

O objetivo pode ser realizar uma viagem, comprar um carro novo, adquirir a casa própria. ter filhos… tudo depende da sua motivação. Com essa meta em vista, fica mais fácil recusar despesas com pouco significado para a sua vida e garantir um bom desempenho das finanças.

Você vai se interessar por:

Disciplina e comprometimento são essenciais

De nada adianta elaborar um plano de ação financeiro completo e detalhado, se você não tiver comprometimento para segui-lo. É preciso entender que o sucesso das medidas depende da sua disciplina em não fazer concessões e respeitar o que foi projetado.

Quem cai na tentação do consumismo não consegue mudar a situação financeira, por mais elaborado que seja o planejamento. É difícil recusar uma calça nova, um smartphone mais potente e um jantar com os amigos, mas as privações momentâneas vão contribuir com a saúde da sua conta bancária.

Para ajudar a superar a impulsão pelo consumo, a recomendação é agir da forma mais racional possível. Com o produto em mãos, questione-se: realmente preciso disso? Preciso disso agora? Posso pagar por isso? Se uma das três respostas for “não”, é melhor repensar a compra. O seu bolso agradece.

 

Já fez o seu plano de ação financeiro? Compartilhe as dicas!

O controle financeiro pessoal e o futebol
Casal melhora as finanças pessoais
Comprar tablet
Mulher entende o que é carnê-leão
Comprar smart tv
Dicas para quem pensa em vender bens para pagar dívidas