Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Perdeu o prazo da Declaração de Imposto de Renda 2015? Veja o que fazer

A- A+

O prazo limite para realizar a Declaração de Imposto de Renda 2015 acabou em 30 abril. Ainda assim, há quem não tenha entregue os documentos solicitados pela Receita Federal e esteja em débito com o órgão. Você faz parte desse grupo? Então é melhor você se inteirar com detalhes sobre o procedimento e acelerar a entrega, antes que você seja enquadrado como omissor de Receita.

Declaração de Imposto de Renda 2015: como fazer

O número de declarações recebidas pela receita federal superou o esperado. Foram 27,8 milhões de declarações entregues. Ainda assim, uma boa parcela da população que deveria entregar as documentações ficou de fora. O último balanço divulgado pelo órgão aconteceu no dia em que o prazo se encerrava e listava mais de 4 milhões de brasileiros que ainda não estavam em dia com a receita.

seudinheiro-Declaracao-de-Imposto-de-Renda-2015

O contribuinte que perdeu o prazo terá que baixar o programa. Foto: iStock, by Getty Images

Mas, por mais comum que seja, o fato de não entregar os documentos da Declaração de Imposto de Renda 2015 pode complicar a sua situação com o governo. Seja por esquecimento ou de maneira deliberada, a omissão de receita é proibida no Brasil e gera multas que podem chegar a até 150% do valor do seu IR. Se você faz parte desse grupo, é melhor acelerar.

Você vai se interessar por:
Veja dicas para usar a restituição do Imposto de Renda
Retificação do Imposto de Renda: veja como acompanhar declaração
e-CAC pode ajudar na declaração do Imposto de Renda; veja como

Segundo o contabilista Silvinei Toffanin, “quem perdeu o prazo e estava obrigado a entregar a declaração, tem que fazer o quanto antes, para evitar que sejam intimados a entregar e ser enquadrados como omissão de receita”. Ele diz ainda que as multas por omissão nunca ficam abaixo de 75% do valor do imposto.

Silvinei também explica que o procedimento não muda. “O contribuinte que perdeu o prazo terá que baixar o programa e preencher como se fosse fazer dentro do prazo”, afirma o contabilista. O programa do qual ele fala é o IRPF 2015, que pode ser encontrado no site da Receita Federal e que gera a guia para preenchimento das informações.

A Receita Federal possui um guia que indica todas as informações que devem estar descritas na guia da Declaração de Imposto de Renda 2015 e a forma como elas devem ser inseridas, para que não haja pendências. O órgão ressalta a importância de citar todos rendimentos tributáveis, rendimentos de dependentes e as deduções. Destaca também a importância de não emprestar CPF ou Conta Bancária.

Declaração de Imposto de Renda 2015: o que acontece a quem não fez

Se você ainda não foi enquadrado por omissão de receita, é imprescindível que realize a Declaração de Imposto de Renda 2015 o mais rápido possível. É importante saber que, mesmo que você não caia nessa situação, será preciso que pague uma multa obrigatória por atraso. A multa mínima nesses casos é de R$ 165 reais, mas pode chegar a até 20% do valor do IR.

A lei estabelece que o contribuinte deve pagar multa de 1% ao mês-calendário. Ou seja, se a Declaração de Imposto de Renda 2015 fosse entregue até o último dia útil de maio, a multa seria de 1% ou R$ 165, o maior entre os dois valores. Mas, sendo entregue em 1º de julho, o percentual já sobre para 2%, e assim progressivamente.

Gostou das dicas de Declaração de Imposto de Renda 2015? Cadastre-se e receba nossa newsletter.

sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças