Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Pendrive com vírus? Saiba como corrigir o problema

A- A+

Pode-se dizer que o pendrive é uma extensão da memória de seus usuários. Os dados que ele armazena são de cunho profissional e pessoal. O sujeito chega em casa e pluga o dispositivo no notebook. No trabalho, repete a ação. E, se precisa mudar de mesa, lá vai o stick para outra entrada em outro computador. É assim que “nasce” o pendrive com vírus.

No pendrive, são depositados imagens, vídeos e tabelas. Por vezes, documentos importantíssimos são guardados no dispositivo. Mas, de repente, você quer abrir algum dos arquivos e ele simplesmente sumiu. Ou você clica e ele não executa a ação. Diagnóstico? Pendrive com vírus.

Pior do que constatar o problema é saber que o seu computador pessoal está em risco – se esteve em contato com o dispositivo. Por isso, é importante saber como corrigir a infecção.

Pendrive com vírus

Vírus instalado a partir do pendrive pode trazer até mesmo prejuízos financeiros. Foto: iStock, Getty Images

Internet banking e pendrive com vírus

A existência de vírus no pendrive pode trazer algum tipo de dano financeiro, por exemplo, quando o cidadão utiliza o dispositivo removível infectado em um computador conectado com internet banking. Dependendo do vírus, o estrago pode ser grande.

Segundo o administrador de redes Eduardo Schultz, proprietário da empresa CSSTI Consultoria em Informática, a prevenção é o melhor método de proteção para esses casos. Ele orienta que as pessoas jamais façam transações bancárias em computadores públicos.

“Ter um bom antivírus no computador, inclusive com soluções pagas, é uma medida bem importante, pois ele tem considerável chance de detectar a ameaça do pendrive com vírus”, explica Schultz.

Como corrigir o problema

Ao conectar o pendrive em um computador e os arquivos do dispositivo forem executados automaticamente, você terá a confirmação de que há algum vírus. Então, procure por uma pasta que certamente estará escondida no seu PC (geralmente é a System32). No pendrive, busque a pasta Recycler.

Vasculhe e vasculhe até achar. Com um antivírus atualizado, você complementa a sua busca. Depois, plugue o pendrive e tente retirar a ameaça do stick. Se não surtir efeito, há ainda duas alternativas: você mesmo desativa todo o sistema do Autorun ou leve seus equipamentos para uma avaliação especializada.

Se decidir enfrentar essa guerra sozinho, uma dica é baixar um software que executa a tarefa, como o Panda USB e AutoRun Vaccine.

Você vai se interessar por:

Previna a infecção do pendrive com vírus

Você pode programar no seu Windows para evitar esses alojamentos indesejáveis de vírus no seu pendrive. Siga as seguintes instruções:

  • No Explorer, clique com o botão direito do mouse no pendrive e selecione Formatar
  • Em Sistema de Arquivos, clique em NTFS e em Formatação Rápida. Depois, em Iniciar
  • ok até acabar o procedimento
  • Crie uma nova pasta
  • Clique com o botão direito do mouse no pendrive e selecione Propriedades, depois Segurança e aperte em Editar
  • Clique em Negar e depois em Controle Total
  • Em Ler & Executar, clique em Permitir
  • Clique em Aplicar e depois em Sim
  • Clique em ok e volte para a unidade onde está o pendrive
  • Clique com o botão direito do mouse na nova pasta criada e selecione  Propriedades
  • Clique em Segurança e depois em Editar
  • Em Controle Total, clique em Permitir e depois aperte em Aplicar e ok.

 

Gostou das dicas de segurança digital? Compartilhe!

O controle financeiro pessoal e o futebol
reembolso no cartão de credito
segurança cibernética
Pesquisando direitos do consumidor nas compras pela internet
Ela aposta na longevidade saudável
Conversando sobre direitos do consumidor do plano de saúde