Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Passo a passo: Conquiste a independência financeira

A- A+

Não precisar se preocupar com contas ou se vai sobrar algum dinheiro do salário no final do mês é o sonho de todo mundo. Mas, para conquistar a independência financeira, é preciso muito planejamento e persistência até chegar ao controle total das contas.

Vários fatores influenciam essa liberdade e, além disso, para cada pessoa, ela representa algo diferente. Porém, existem alguns passos em comum que podem ajudar a chegar lá, facilitando ou, pelo menos, esclarecendo o caminho até a independência do “paitrocínio”.

Dinheiro para independência financeira

Saber controlar os gastos é passo essencial na busca pela independência financeira. Foto: iStock, Getty Images

Vantagens e desafios da independência financeira

Segundo Sérgio Soldera, professor de Finanças da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), de São Leopoldo-RS, “independência financeira é ter um patrimônio que consiga produzir renda suficiente para se viver normalmente. Assim, ele não será utilizado para financiar seus gastos normais e a tendência é que aumente pelas economias que conseguir gerar”, explica.

Para algumas pessoas, ser independente financeiramente é não depender dos outros, como dos pais, por exemplo. Para outras, é se livrar do ciclo salarial e não precisar do salário todo mês para pagar as contas também mensais. Ou, ainda, é ter a liberdade de parar de trabalhar e se manter apenas com rendimentos de aplicações próprias.

Existem muitas vantagens na chamada independência financeira, mas também desafios. De acordo com Soldera, para se chegar lá, o caminho é longo e deve ser trilhado com planejamento e persistência.

“Planejar é fácil, cumprir é o desafio. É um plano que pode durar 20, 30 anos ou mais, dependendo dos objetivos e da capacidade financeira de cada um”, alerta o professor, que também aconselha: “Tudo tem um começo e, quanto antes começar, melhor”.

A determinação de liberdade financeira é uma questão bem pessoal, pois depende da percepção de cada pessoa e de onde ela quer chegar. Por isso, é preciso definir primeiro o que se quer alcançar em cada fase da vida, para então planejar quais os recursos humanos, materiais e financeiros necessários.

“Nem tudo vai acontecer exatamente como foi planejado, mas o importante é que existe um rumo, uma linha mestra em torno da qual, com mais ou menos desvios, constrói-se uma vida tranquila e feliz. É importante entender que o dinheiro jamais deve ser um fim em si, mas apenas um dos meios”, destaca Soldera.

Passo a passo para chegar lá

1. Planejamento

O primeiro passo é organizar e ter controle total sob as finanças pessoais. Para isso, é importante planejar o seu orçamento, colocando no papel todos os ganhos e gastos mensais. Assim, é possível fazer uma projeção de como alcançar os objetivos, além de evitar imprevistos e surpresas no final do mês.

2. Poupança

Outra dica fundamental para conquistar qualquer tipo de independência financeira é poupar pelo menos uma parte dos ganhos todo o mês. O indicado é reservar no mínimo 10% do salário para a poupança. As economias devem ser pensadas tanto para situações de curto prazo e eventuais emergências quanto no longo prazo, como a aposentadoria.

Leia a continuação das dicas sobre independência financeira em Vivo Mais Saudável, onde você também encontra muitas outras dicas sobre saúde, bem-estar e qualidade de vida.

Confira também
vale a pena usar roupas de marca
feiras de trocas
vale a pena economizar
dividir aluguel com alguém
limite do cartão de crédito
exemplos de produtos supérfluos