Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Parcelamento do cartão de crédito é alternativa com juros altos

A- A+

O cartão de crédito é uma ferramenta que oferece muitas vantagens, mas precisa ser utilizado com sabedoria. Para não se perder nas contas, lembre-se de encarar com cuidado o parcelamento da fatura, que permite alongar o prazo de pagamento quando quitar o valor integral de uma só vez não é uma possibilidade.

Afinal, você sabe quais são as implicações desse parcelamento? De acordo com pesquisa realizada em 2013 pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), sete em cada dez dos entrevistados que têm cartão de crédito não sabem quanto pagam de taxa de juros.

Antes de recorrer ao parcelamento

Antes de tomar qualquer decisão, o primeiro passo é pesquisar quais são as alternativas oferecidas e que características elas possuem. A pesquisa pode revelar, por exemplo, taxas mais atraentes ou mesmo condições de pagamento que podem ser mais facilmente encaixadas no orçamento.

O empréstimo consignado costuma ser uma opção mais barata, indica Marcelo Claudino, educador financeiro na TopConsulting. Como as parcelas são descontadas diretamente da folha de pagamento do cliente, o banco possui garantia de que o dinheiro vai ser devolvido no prazo. Mas é preciso atenção, pois a renda disponível mensalmente vai ser menor e os seus gastos precisam ser adequados à nova realidade.

Outra alternativa, destaca Claudino, é recorrer a um empréstimo com familiares e amigos, em que a negociação costuma ser mais simples. O principal cuidado é deixar todos os termos pontuados e não atrasar o pagamento apenas porque se trata de alguém do seu convívio.

O parcelamento do cartão de crédito é alternativa ao crédito rotativo. Foto: iStock, Getty Images

O parcelamento do cartão de crédito é alternativa ao crédito rotativo. Foto: iStock, Getty Images

Quando recorrer ao parcelamento

O ideal é sempre pagar o valor total da fatura, entende o educador financeiro Pedro Braggio, especialista em consultoria financeira familiar. Ao perceber que essa não é uma possibilidade, ele indica analisar os juros de suas contas e avaliar se há a opção de trocar uma dívida por outra.

Já para Claudino, o parcelamento é alternativa, mas apenas em situações específicas, como quando a sua outra saída for recorrer ao crédito rotativo do cartão. Nesse caso, pagar em prestações costuma render juros menores, mais fáceis de pagar. Mas, antes de escolher, a dica é fazer uma avaliação do seu orçamento e ter a  certeza de que vai ser possível manter o pagamento das parcelas em dia.

Monitore o seu CPF

Quando as dívidas são uma realidade, é preciso estar atento ao seu CPF. Para ajudar a identificar fraudes envolvendo o seu nome, um recurso oferecido pela Vivo em parceria com a Serasa Experian oferece monitoramento e alertas relacionados a movimentações do seu documento. Ele permite que você receba notificações via SMS sempre que:

  • Ocorrer uma alteração no status de seu CPF nas bases de dados da Serasa Experian
  • Uma empresa consultar seu nome nas bases de dados da Serasa Experian
  • Uma empresa estiver prestes a negativar o seu nome nas bases de dados da Serasa Experian.
> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

Gostou das dicas sobre parcelamento da fatura do cartão de crédito? Compartilhe!

Empréstimo ou financiamento
sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns