Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Pantanal é referência de turismo ecológico no Brasil

A- A+

O ecoturismo oferece opções diferentes de lazer e coloca o turista em contato direto com a natureza, sem alterar ou afetar os recursos naturais. Um dos principais destinos brasileiros para quem quer fazer uma viagem como essa é o Pantanal, localizado nos estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Pontos turísticos do Pantanal

A região se caracteriza pela transição entre ecossistemas, o que dá origem a uma área rica em biodiversidade. Não é à toa que o Pantanal foi eleito o quarto melhor destino do mundo para quem deseja apreciar a vida selvagem. O dado é de uma votação promovida nesse ano pelo USA Today, um dos principais portais de notícias dos Estados Unidos.

“O Pantanal oferece diversos tipos de atividades para o turista, desde safári fotográfico para observação de aves e animais, passeio de chalana com pesca esportiva, passeio à cavalo. Algumas fazendas tem atividades de turismo rural”, explica a agente de viagens Zima Rodrigues.

Entre os principais pontos turísticos do Pantanal, estão o Parque das Nações Indígenas, o Museu Estação Natureza Pantanal, o Forte Coimbra, as Reservas Particulares do Patrimônio Natural e o Parque Nacional do Pantanal, patrimônio natural da humanidade, que só pode ser visitado sob consulta prévia ao Ibama.

Nesses locais, os turistas podem descobrir mais sobre a história e cultura da região. Como se trata de uma região de mata nativa, os acessos nem sempre são fáceis e costumam ser feitos de barco – o que faz do próprio trajeto uma atração.

Para quem visita o Pantanal, belezas naturais e biodiversidade não faltam. Foto: iStock, Getty Images

Para quem visita o Pantanal, belezas naturais e biodiversidade não faltam. Foto: iStock, Getty Images

Acessos ao Pantanal

As principais formas de chegar à parte sul do Pantanal são as cidades de Campo Grande e Corumbá. Saindo de São Paulo, é possível encontrar passagens aéreas de ida e volta a partir R$ 636,92, no Vivo Compras. Já as cidades de Miranda e Aquidauana oferecem aos turistas grande parte dos serviços de hospedagem e infraestrutura necessários durante o período da viagem. No norte a melhor opção é Cuiabá, mas o acesso é mais difícil por conta do alagamento prolongado.

O período de seca, entre maio e setembro, é o mais apropriado para visita. Os valores variam de local para local e dependem da estrutura da fazenda e das opções que ela oferece ao turista, explica Zima. Os preços não costumam sofrer grandes alterações de uma época para outra, o que muda é a dificuldade em encontrar vagas disponíveis para hospedagem.

Em geral, locais mais próximos das fazendas e dos passeios são mais caros e concorridos. Hospedagens centrais, por outro lado, podem facilitar a procura por agências de turismo e o deslocamento para as atrações turísticas. Tudo vai depender da experiência que você deseja ter com a visita – e também, é claro, do seu orçamento.

Gostou das dicas sobre o Pantanal? Compartilhe!

queda do dólar
trabalho temporario nos EUA para brasileiros em 2016
viagens econômicas pelo Brasil
viagem econômica para a Disney
preço do dólar turismo
ecoturismo em São Paulo