Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Pais devem conhecer e evitar os sete pecados capitais da mesada

A- A+

Certamente você já ouviu falar nos sete pecados capitais: gula, luxúria, avareza, ira, soberba, preguiça e inveja. Mas erros que muitos pais cometem em relação à mesada dos filhos dão origem a uma outra lista. Nessa relação, porém, só figuram os pecados financeiros.

No livro Mesada não é só dinheiro, o educador financeiro Reinaldo Domingos relaciona os sete pecados capitais que os pais cometem com esse valor simbólico que é, na realidade, o primeiro contato dos pequenos com o mundo das finanças.

Sete pecados capitais da mesada.

Dar mesada é uma alternativa para familiarizar a criança com o dinheiro. Foto: iStock, Getty Images

Fuja dos sete pecados capitais da mesada

Domingos alerta: algumas atitudes erradas com relação à mesada das crianças podem trazer problemas mais sérios na vida adulta. Se você não quer isso para o futuro do seu filho, veja sete atitudes que deve evitar:

1. Desequilíbrio

Não é correto exigir que a criança guarde todo o dinheiro que recebeu. Pelo menos 50% pode – e deve – ser utilizado para comprar algo que ela deseje (sem exageros, claro). A disciplina rígida demais pode deixar as crianças obsessivas pelo dinheiro, criando adultos avarentos.

2. Violação

Acontece nas melhores famílias: há pais que “assaltam” o cofrinho dos filhos ou até mesmo a poupança. Os motivos são os mais variados, desde pagar uma conta ou até mesmo para satisfazer desejos particulares. Nesse caso, o porquinho é um animal sagrado onde as crianças depositam dinheiro para realizar seus sonhos.

3. Ruptura

O esforço da criança em poupar tem várias etapas que não devem ser puladas. Dar ao seu filho um objeto que ele estava poupando para comprar é tirar do pequeno a oportunidade de aprender. Uma atitude com essa ensina que ele nunca precisará fazer esforço para poupar.

4. Permissão

Dizer “não” também é um ato de amor. É comum que, nas primeiras mesadas, os filhos acabem gastando todo o dinheiro e pedindo mais. Entretanto, essa é a oportunidade para que eles aprendam sobre as consequências de seus atos. Não dê o valor extra.

5. Desmedida

Um dos sete pecados capitais da mesada mais conhecidos é barganhar. Os pais a retiram quando os filhos recebem notas baixas na escola e dão quando se comportam bem. Mas uma coisa não tem nada a ver com a outra. Não se pode comparar bananas com laranjas, não é mesmo? Com a mesada também funciona assim.

6. Remuneração

Um esclarecimento que os pais devem ter em mente é que mesada não é salário. A remuneração só ocorre com quem trabalha. E seu filho não trabalha para você, correto? Então, não vale confundir esse valor com o fato de eles cumprirem tarefas.

7. Sonegação

O exemplo deve vir de casa. Portanto, a criança pode ser ensinada a pedir nota fiscal para tudo o que ela adquirir – até mesmo um simples chocolate. Ensinar a comprar sem nota para negociar um valor menor não é adequado.

Você vai se interessar por:

Conta pré-paga é opção para lidar com mesada dos filhos

Mesada pode ajudar na educação financeira dos filhos

Cartão Zuum: entenda como funciona a conta pré-paga

Organize suas finanças

Para fugir dos sete pecados capitais e aprender a controlar as contas do lar, é preciso ouvir quem sabe. Se você quer aprender a usar o seu dinheiro de um jeito mais inteligente, conheça o Vivo Finanças Pessoais. Com ele, você recebe mensagens e participa de jogos que lhe ajudam a controlar seus gastos, poupar e investir. E você ainda participa de sorteios diários.

> Vivo Finanças Pessoais: Receba dicas por SMS e concorra a R$ 2.500 todos os dias

Você pratica algum dos sete pecados capitais com a mesada? Comente!

vale a pena economizar
como aprender com erros de finanças
quando vale a pena ter cartão de credito
como cancelar pedido feito no cartão de crédito
inteligência financeira para vencer na vida
melhor forma de economizar