Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Organização financeira é essencial para planejar lua de mel

A- A+

Uma bela lua de mel costuma ser um sonho dos noivos. Mas escolher o local ideal, com preços que caibam no seu orçamento, é tarefa que pode não ser tão simples assim e exige, antes de qualquer coisa, planejamento. Essa é a melhor maneira de garantir que o momento de alegria não vai se transformar em um problema na sua volta, quando chegar a hora de pagar as contas.

Considere os gastos envolvidos na lua de mel

Além da lua de mel, considere todos os gastos que você provavelmente já teve de pagar – ou que ainda virão – com o casamento. Eles não são poucos e podem fazer com que a renda dos meses seguintes fique comprometida. Ao escolher os detalhes da viagem, não adianta sonhar com Paris se você não vai conseguir o dinheiro necessário.

Por isso, é importante estar disponível para flexibilizar datas e destinos. Ao comprar passagens aéreas em dias menos concorridos, por exemplo, é possível conseguir descontos maiores. O mesmo vale para a compra antecipada, ainda meses antes da viagem. Com economias como essas, é possível passar mais dias no local escolhido, por exemplo.

Lembre-se também que existem lugares dentro do próprio país que oferecem paisagens lindas para aproveitar a dois, principalmente no Nordeste brasileiro, e o valor investido será menor do que em uma viagem internacional. Se o desejo é sair do Brasil, os países vizinhos também são opção. Com a facilidade de acesso e sem a necessidade de passaporte, vários problemas são simplificados.

casal na beira do mar

Planeje a lua de mel de acordo com as suas finanças, e depois é só aproveitar o momento. Foto: iStock, Getty Images

Faça uma poupança antes mesmo do casamento

Antes de comprar as passagens e fazer as reservas, é preciso garantir que as contas estejam em dia e que você terá o valor necessário para pagar as dívidas. Como a data do casamento costuma ser marcada com antecedência, o ideal é fazer um planejamento a longo prazo e utilizar ferramentas como a poupança, por exemplo, para guardar o dinheiro economizado.

“O grande segredo para conseguir dar conta de todas as despesas e ainda realizar sonhos está na maneira como você faz o seu orçamento financeiro. Aprendemos a vida inteira uma conta em que ganhos menos gastos resultam em lucro ou prejuízo. Se sobrar algum dinheiro, é possível guardar. Proponho, então, que seja feito assim, ganhos menos e menos gastos. Parece loucura, mas dá certo”, ensina Reinaldo Domingos, educador financeiro.

Ou seja, a proposta é que, logo que receber o seu salário, você retire o valor mensal necessário para a lua de mel e coloque em uma conta poupança. Com o que sobrar, adeque seu padrão de vida e faça com que as contas fechem ao chegar o fim do mês.

Mais segurança para você

Está pensando em contratar um seguro e garantir mais segurança para a família que começa a se formar? Em parceria com a ACE seguradora, a Vivo oferece seguros de vida com diversos benefícios, como minutos grátis para falar de Vivo para Vivo nos finais de semana, além de sorteios mensais pela loteria federal. Tudo isso com a comodidade de pagar o seguro através da fatura do celular.

> Seguros para Você: Conheça seguros de vida e acidentes pessoais

Gostou das dicas sobre lua de mel? Compartilhe!

O controle financeiro pessoal e o futebol
queda do dólar
trabalho temporario nos EUA para brasileiros em 2016
viagens econômicas pelo Brasil
viagem econômica para a Disney
preço do dólar turismo