Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

O que você precisa saber sobre fechar conta no banco pela internet

A- A+

A cada dia que passa, a tecnologia vem facilitando a vida das pessoas. Desde o final de abril, já é possível abrir e também fechar conta no banco utilizando apenas a internet. Uma decisão do Conselho Monetário Nacional (CMN) autoriza as instituições financeiras a realizar essas duas operações sem a necessidade da presença do cliente em uma agência.

Vai fechar conta no banco

Cliente precisa ter bastante cuidado ao realizar operações no ambiente virtual. Foto: iStock, Getty Images

Internet é opção para fechar conta no banco

A implantação dessa medida não é obrigatória, ou seja, o recurso é facultativo aos bancos. Para o cliente ou futuro cliente, representa uma facilidade a mais na gestão do seu dinheiro, já que pode ter todo o controle da conta corrente à distância, inclusive para encerrá-la.

Esse é um ponto positivo da medida, na visão da Associação de Consumidores Proteste. A entidade entende que a disponibilidade do serviço virtual economiza tempo de quem não consegue ir até a agência, por exemplo.

Mas a Proteste alerta: tanto para abrir conta pela internet como para fechá-la, é importante redobrar os cuidados com a segurança digital – o que deve partir tanto do banco como do consumidor. Afinal, a facilidade desperta a atenção de criminosos virtuais, interessados em roubar dados para aplicar golpes.

Conforme o departamento de Regulação do Sistema Financeiro do Banco Central, para garantir a proteção dos dados dos clientes, as instituições financeiras precisão de sistemas de segurança, como reconhecimento de voz ou certificação eletrônica – o que tornaria a operação virtual mais segura que a presencial.

A justificativa é que, hoje em dia, a abertura presencial de conta no banco exige apenas três documentos simples: um de identificação (CNH, RG ou equivalente), o CPF e comprovante de residência – e não há muitos meios que possibilitem conferir a autenticidade. Por isso, haveria certa facilidade em iniciar e manter uma relação bancária com documento falso.

Já o sistema virtual exigiria uma apuração mais rigorosa dos dados, como é o caso do certificado digital, um código que equivale à assinatura do cidadão. Outro ponto positivo é que as operações digitais podem ser rastreadas.

Você vai se interessar por:

Como aumentar a sua proteção

Mesmo que os bancos tomem as devidas medidas de segurança, o usuário também deve ter cautela ao verificar seus dados ou realizar operações no mundo virtual, seja para abrir, manter ou fechar conta no banco.

Se, ao abrir conta, o cliente informa uma série de informações pessoais, ao gerenciar seu dinheiro no ambiente digital ou ao encerrar sua relação com o banco, ele acessa um sistema que pode estar vulnerável a ações criminosas.

Em primeiro lugar, é interessante eleger apenas um meio para operar, seja um computador, um notebook, tablet ou celular. Em seguida, é importante proteger o dispositivo com um antivírus, ou seja, uma ferramenta capaz de detectar e eliminar possíveis ameaças aos seus arquivos.

Também é essencial ter um cuidado com os lugares que visita na internet. Certificar-se que está navegando em um site seguro é extremamente importante.

Ao final da operação, sempre dê o comando Sair ou Encerrar sessão. Esta é a única maneira de fechar a página da instituição financeira corretamente. Caso contrário, seus dados podem ficar disponíveis na rede – o que é bom somente para os criminosos virtuais, que gostam de usar os documentos de cidadãos idôneos para aplicar golpes, como pedir empréstimos.

 

Gosta da ideia de fechar conta no banco pela internet? Compartilhe as dicas!

quando vale a pena comprar título de capitalização
melhores universidades do brasil
quando vale a pena ter cartão de credito
como cancelar pedido feito no cartão de crédito
reembolso no cartão de credito
formas de pagamento para fazer compras pela internet