Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

O que você precisa saber antes de abrir uma conta poupança

A- A+

A preocupação com a chegada dos filhos, o sonho de comprar a casa própria ou mesmo a determinação de guardar as economias para o futuro. Esses são alguns dos motivos que tornaram a conta poupança popular entre os brasileiros.

Antes de escolher abrir uma poupança, no entanto, é necessário considerar quais são as suas necessidades, se o rendimento vai ser vantajoso e também quais são as outras possibilidades disponíveis no mercado.

O que é a conta poupança?

A caderneta de poupança nada mais é do que “um investimento de renda fixa, uma aplicação”, explica o educador financeiro Conrado Navarro, autor do Dinheirama.com. Ele complementa: “O dinheiro ali depositado renderá juros a cada aniversário, no caso, 30 dias”. Ou seja, o objetivo é, como o próprio nome já sugere, poupar e, a partir disso, render lucros.

conta

Ter controle do seu orçamento é importante antes de abrir conta. Foto: iStock, by Getty Images

Assim, se você deseja guardar dinheiro para períodos específicos, já planejados, pode ser uma boa escolha abrir uma conta dessa modalidade. “O que deve ser observado, no entanto, é que a rentabilidade da poupança hoje não é das melhores, perdendo inclusive para a inflação. O cliente que deseja aumentar seu patrimônio deve procurar alternativas de renda fixa melhores”, sugere Navarro.

Primeiro o planejamento, depois a conta

É normal que cada vez mais pessoas sejam atraídas pelas vantagens e a comodidade de abrir uma conta no banco. É importante lembrar, porém, que ela deve ser um instrumento para ajudar a organizar a renda e as finanças, adverte o educador financeiro Conrado Navarro. Antes de dar qualquer outro passo, ele considera fundamental que a família crie mecanismos para cuidar do próprio orçamento.

Anotar todos os gastos do mês, por exemplo, ajuda a saber a quantia exata de dinheiro usado para cada fim. A partir desses dados, fica mais fácil determinar que setores consumiram mais recursos, o que pode ser cortado ou reduzido e também o quanto estará disponível para investimentos.

Não precisa de conta

Diferentemente da conta corrente, em que o dinheiro é movimentado com frequência, a poupança foi desenhada pensando em quem vai manter o dinheiro no banco, para obter rendimentos. Apesar disso, hoje muitos bancos oferecem ao cliente a possibilidade de manter uma conta poupança com um cartão de débito vinculado, incluindo acesso a serviços de transferência e pagamento.

O grande problema dessa opção acontece quando não há um controle financeiro para o uso do cartão e a compra com ele se torna um hábito. “Se o objetivo é movimentar o dinheiro da forma mais simples e menos custosa, o ideal é ter um cartão de débito recarregável e separar isso do investimento”, aconselha ainda o educador financeiro.

A principal vantagem do modelo de conta corrente pré-paga, ainda desconhecido por muitos, é a possibilidade de ter um cartão, mesmo que você não possua uma conta no banco. Você recarrega o valor que tiver disponível e aproveita para pagar as suas contas e fazer compras sem correr os riscos de sair na rua com dinheiro vivo.

Conta pré-paga sem complicação

A Vivo oferece uma conta pré-paga que funciona via celular. O Vivo Zuum é uma conta-corrente pré-paga no qual o usuário pode transferir e receber dinheiro, recarregar o celular e fazer compras, tanto em lojas físicas quanto pela internet. O serviço ainda permite que o cliente tenha um cartão para saque em caixas eletrônicos e é isento de anuidade.

> Zuum: Tenha conta corrente com cartão, sem banco, sem complicação

Gostou das dicas para abrir conta poupança? Deixe seu comentário.

Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
como abrir uma academia de ginástica
como abrir uma pizzaria
como montar uma drograria