Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

O que observar no demonstrativo de resultado do exercício de uma empresa?

A- A+

Para quem quer se aventurar no mercado de ações, um bom passo é conhecer melhor sobre as empresas em que se pretende investir. Mas onde encontrar as informações necessárias para saber mais sobre a situação financeira das empresas? O melhor lugar é o demonstrativo de resultado das companhias.

O demonstrativo de resultado nada mais é do que uma ferramenta contábil que oferece uma síntese financeira dos resultados operacionais ou não-operacionais de uma empresa em certo período, geralmente o exercício de um ano financeiro, contado de 1º de janeiro a 31 de dezembro, para fins de divulgação legais.

seudinheiro-demonstrativo-de-resultado

A ferramenta contábil detalha e quantifica as receitas recebidas pela empresa. Foto: iStock, by Getty Images

Mas o demonstrativo de resultado também pode ser feito mensalmente, para fins administrativos, e trimestralmente, para fins fiscais.

Funções do demonstrativo de resultado

O demonstrativo de resultado é um importante meio de análise financeira da situação da empresa. Ele funciona como um filme que mostra o passado da empresa e, por meio dele, é possível se projetar um futuro para ela.

A ferramenta contábil detalha e quantifica as receitas recebidas pela empresa e as despesas dela em um determinado período. Ela determina ainda o resultado líquido dessas operações, que pode ser lucro ou prejuízo a depender da quantidade de receitas e despesas.

Principais elementos do demonstrativo de resultado

O modelo de um demonstrativo de resultado segue um padrão estabelecido pela Lei das Sociedades por Ações, o que facilita a leitura do mesmo pelos investidores.

Todo e qualquer demonstrativo de resultados deve trazer informações sobre:

+ a receita bruta das vendas e serviços

– os custos dos produtos e serviços vendidos

– as despesas gerais e administrativas

– as despesas financeiras líquidas

= o resultado operacional, que é o lucro ou a perda gerados pelas atividades da empresa

+ resultado não-operacional, que é a soma das receitas e despesas não-diretamente vinculadas às atividades da empresa

= lucro ou prejuízo antes de impostos

– impostos e contribuições pagas

= Lucro Líquido da empresa.

O Lucro Líquido é um dos principais elementos que deve saltar aos olhos de um investidor. Ele representa os ganhos ou perdas da empresa. Em caso de lucro, esse é o valor disponível aos acionistas, aquelas pessoas que estão investindo na empresa. Nesse caso, o lucro líquido é dividido pela quantidade de ações no mercado para se chegar ao valor do resultado líquido por ação.

Você vai se interessar por:
Veja como acompanhar o Ibovespa no dia a dia
Saber investir depende de leitura: veja dicas
Investir na Bolsa de Valores pode ser arriscado? Descubra

A depender da política da empresa, o lucro líquido pode ser distribuído aos acionistas/investidores na forma de dividendos ou ser re-injetado como investimento da própria companhia.

O resultado do demonstrativo é importante também para que o empresário possa estimar o quanto ele pode retirar da companhia, em caso de lucro, ou o quanto é necessário em investimento para manter o equilíbrio financeiro da mesma em caso de prejuízo.

Além do demonstrativo de resultado, outros demonstrativos financeiros também são importantes para se mapear a situação de uma empresa, entre eles o balanço patrimonial e o demonstrativo de origens e aplicações de recursos.

Gostou das dicas de demonstrativo de resultado? Cadastre-se e receba nossa newsletter.

melhores universidades do brasil
quando vale a pena ter cartão de credito
como cancelar pedido feito no cartão de crédito
reembolso no cartão de credito
formas de pagamento para fazer compras pela internet
como entender a fatura do cartão de crédito