Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

O que fazer em caso de roubo de identidade

A- A+

O roubo de identidade é um transtorno na vida de qualquer um e ocorre quando alguém usa suas informações pessoais e financeiras, como nome, RG, CPF, número de cartão de crédito ou conta corrente sem o seu consentimento e conhecimento.

Hoje em dia, o roubo de identidade pode ser também virtual, envolvendo senhas de e-mail ou uso indevido de redes sociais de terceiros.

Com essas informações roubadas em mãos, essas pessoas podem abrir novas contas e solicitar cartões de créditos, fazer empréstimos, tirar documentos como passaporte e carteira de motorista, por exemplo.

Roubo de identidade acontece de forma virtual e não virtual. Foto: iStock, by Getty Images

Roubo de identidade acontece de forma virtual e não virtual. Foto: iStock, by Getty Images

Atualmente, como os dados da maioria das pessoas estão espalhados em vários lugares (além dos documentos físicos, eles estão em bancos de dados online de instituições financeiras e comerciais), é cada vez mais fácil se roubar a identidade de alguém.

Roubo de identidade: como proceder em caso de fraude

Existem duas formas de roubo de identidade. A primeira delas acontece quando alguém rouba a identidade de terceiros para abrir novas contas de crédito. A segunda delas é o chamado estelionato, quando alguém usa o nome e informações de terceiros em benefício próprio.

Nos dois casos, a vítima pode perder dinheiro, ter o nome sujo na praça e até mesmo, em casos mais graves, ser presa por engano de identidade. A empresa de segurança McAfee montou um guia com dicas para fugir do roubo de identidade e com um passo a passo caso você seja vítima desse tipo de crime.

Se você for vítima, alguns procedimentos devem ser feitos imediatamente: notificar a fraude para os departamentos responsáveis das agências de crédito, bancos e empresas de cartão de crédito e registrar um boletim de ocorrência.

De acordo com o guia da McAfee, você ainda deve identificar e informar aos bancos e credores sobre todas as cobranças e saques fraudulentos. É prudente que encerre todas as contas e cartões com problemas e guarde cópias dos documentos e registros relacionados ao roubo.

“Se você se sentir pressionado pela extensão do dano, avalie a opção de contratar um advogado para ajudá-lo a lidar com os cobradores, agências de análise de crédito e credores”, informa o guia.

Dicas para evitar o roubo de identidade

Existem maneiras de se proteger e evitar ser vítima de fraude. “Fique alerta ao compartilhar seus detalhes pessoais e tente manter-se atualizado sobre os golpes mais recentes”, aconselha o guia da McAfee.

Manter os dados pessoais privados é a regra. Em ambientes online, é preciso ter cuidado com as informações que são solicitados por sites e e-mails. Outro dica online é manter seu computador sempre protegido e antivírus, antispyware e firewall atualizados.

De acordo com o guia da McAfee, é importante que você monitore mensalmente demonstrativos dos cartões de crédito e dos bancos para identificar possíveis cobranças fraudulentas. Mantenha documentos seguros e sempre fragmente documentos e papéis com números de contas e de cartões antes de jogá-los no lixo.

Um dos problemas do roubo de identidade é que o crime demora a ser descoberto. Hoje em dia, existem uma série de serviços de monitoramento do CPF que enviam alertas em

caso de consultas ou movimentações no documento. Eles ajudam a identificar golpes mais rapidamente.

Monitore o seu CPF

Já imaginou um serviço que alerta cada vez que houver consultas ou movimentações em seu CPF? Entre as funções do Vivo Alerta CPF, está o envio de um SMS ao cliente toda vez que ocorrer uma alteração no status do seu nome nas bases de dados da Serasa Experian, toda vez que uma empresa consultar o nome do cliente nas bases de dados da Serasa e ainda quando o seu nome estiver prestes a ser negativado. Além disso, o cliente recebe exclusivas dicas antifraude e pode visualizar o relatório completo sobre o seu CPF.

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

Gostou das dicas sobre roubo de identidade? Compartilhe!

sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças