Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

O que fazer com o dinheiro da poupança? Veja 3 opções de investimento

A- A+

Com a taxa básica de juros acima dos 14% e o rendimento da caderneta próximo aos 6%, não precisa ser nenhum economista para saber que quem está investindo na modalidade está perdendo capital. Mas, o que fazer com o dinheiro da poupança?

Uma saída é pegar essa quantia acumulada e trocar por outro investimento que ofereça uma rentabilidade maior. A boa notícia é que você não precisa abrir mão da segurança das modalidades de renda fixa para isso. A inflação em alta favorece a aplicação em títulos do Tesouro Direto, CDBs e LCAs e LCIs, por exemplo.

o que fazer com o dinheiro da poupança

Investimento mais popular entre os brasileiros rende pouco dinheiro. Foto: iStock, Getty Images

O que fazer com o dinheiro da poupança

Interessado em fazer a mudança? Saiba mais sobre as três alternativas e veja as vantagens que estas modalidades de investimento em renda fixa oferecem em relação à caderneta de poupança.

Tesouro Direto

Entre todas as opções de títulos que o Tesouro Direto oferece, uma das mais vantajosas, quando comparada à poupança, é o Tesouro Selic. Com a mesma praticidade e segurança da caderna, este título público paga ao investidor a variação da taxa básica de juros durante o período da aplicação.

E o melhor, você não precisa esperar por nenhum aniversário para movimentar o seu investimento. No Tesouro Selic, você pode vender os seus títulos antes do prazo de vencimento, que não há riscos de prejuízo, já que a variação da Selic é sempre positiva.

CDB

Por ser comumente uma modalidade pós-fixada atrelada à taxa DI, o que significa dizer que o investidor recebe parte desse percentual, muito próximo ao valor da Selic, o Certificado de Depósito Bancário (CDB) também oferece um rendimento melhor do que o da poupança. Essa rentabilidade é maior mesmo o CDB sofrendo desconto do Imposto de Renda.

Além disso, o investimento tem a mesma segurança da caderneta, pois ambos são protegidos pela mesma instituição: o Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

LCA e LCI

Tanto a Letra de Crédito do Agronegócio quanto a Letra de Crédito Imobiliário também apresentam vantagens sobre a poupança. Quando comparada ao CDB, por exemplo, elas oferecem o benefício de serem isentas do IR. Por outro lado, seus prazos de vencimento são mais longos e exige-se aportes em valores mais elevados.

Em questão de risco, LCA e LCI também contam com  a proteção do FGC, assim como a poupança e o CDB. O que deve ser avaliado na hora de optar pelas letras de crédito é a questão da baixa liquidez, ou seja, a dificuldade de de resgatar os recursos antes do prazo de vencimento.

Você vai se interessar por:

Segurança para você e sua família

Mais do que estar com suas finanças protegidas, manter a segurança da sua família é a melhor cobertura. Com o Seguro de Vida Plus, você protege seus beneficiários em caso de morte e morte acidental e ainda conta com auxílio funeral. Entre em contato com Central de Relacionamento – Parceria Seguros Vivo e contrate o seu.

> Seguros para Você: Conheça seguros de vida e acidentes pessoais

E você, já sabe o que fazer com o dinheiro da poupança? Comente.

quando vale a pena comprar título de capitalização
oscilações da Bolsa de Valores
investir para viajar
agência de classificação de risco
investimento para quem tem ate R$ 10 mil
investir em imóveis