Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

O poder dos juros compostos: veja por que investir

A- A+

Iniciar no universo dos investimentos não depende apenas de ter dinheiro disponível. Também é preciso ter alguns conhecimentos básicos sobre os principais termos e operações envolvidas. Uma delas são os juros compostos, que influenciam diretamente no rendimentos das suas aplicações.

Juros compostos garantem mais lucro

Também conhecidos como capitalizados, eles correspondem aos juros que incidem também nos juros já aplicados sobre o valor inicial. Complicado? Pode até ser, mas essa é uma fórmula que permite aumentar o capital de forma mais rápida – ou de pagar mais ao pedir dinheiro emprestado aos bancos.

“No mês de fevereiro de 2015, o Supremo Tribunal Federal autorizou a aplicação de juros capitalizados para empréstimos inferiores ao prazo de um ano. Para empréstimos superiores a um ano, já se utilizava o cálculo de juros capitalizados”, lembra o coach financeiro Silvio Bianchi, diretor do DSOP São José dos Campos.

No caso de um investimento que conte com juros compostos, o rendimento vai depender da modalidade escolhida, da quantidade de dinheiro disponível para aplicar e também do tempo que ele terá para render. Muitas vezes, o valor acrescido ao longo de alguns meses – ou até mesmo de um ano – parece insignificante, mas ele pode representar uma boa quantia quando se tem paciência para esperar.

juros compostos

Com aplicações que usam os juros compostos, o seu dinheiro rende mais e os lucros são maiores Foto: iStock, Getty Images

Calculando os juros compostos

Para facilitar a compreensão, confira um exemplo prático em que os juros compostos são calculados. Conforme explica Bianchi, vamos supor que você aplicou um valor de R$1 mil, com uma taxa de 5% ao mês. Passados 30 dias, o dinheiro já vai ter rendido R$50.

Mas, no mês seguinte, o rendimento vai incidir também sobre os juros anteriores e o valor obtido será de R$52,50. No acumulado, o lucro representa o total de R$102,50. Até aqui a vantagem ainda é pequena. Mas, ao chegar ao 12º mês, o valor pago pelo juro mensal já vai ser de R$85,52, com uma soma total de R$1.795,86.

Ou seja, o tempo cumpre papel fundamental na equação de quem deseja ganhar mais. Por isso, o ideal é que o dinheiro investido não seja necessário nos próximos anos e possa permanecer disponível, mesmo quando surge uma emergência ou desejo de compra. 

Cartões de crédito com benefícios

Se você gosta de movimentar o seu dinheiro com praticidade e segurança, é bom conhecer os Cartões de Crédito Vivo. Com os cartões de crédito Vivo Santander e Vivo Itaucard 2.0, você tem diversas vantagens, como alerta SMS, bônus na recarga de celular, pontos no Vivo Valoriza, descontos nos ingressos de cinema e parcelamento em até 12 x sem juros nas Lojas Vivo.
> Cartões de Crédito Vivo: Conheça as vantagens

Gostou das dicas sobre juros compostos? Compartilhe!

É importante entender de finanças bem antes de sair de casa.
investir em imóvel na planta vale a pena
vale a pena investir na decoração de uma casa para alugar
vale a pena ter seguro de vida
melhores universidades do brasil
quando vale a pena ter cartão de credito