Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

No Dia do Contador, confira 3 dicas sobre o Simples Nacional

A- A+

Você sabia que 22 de setembro é o Dia do Contador? A data é uma homenagem à criação do curso de Ciências Contábeis na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em 1945. Atuando no estudo e análise das atividades financeiras de uma empresa, esse profissional é um dos principais responsáveis pelo bem-estar econômico do empreendimento.

Em dezembro de 2006, o contador passou a ter um aliado para o realizar o seu importante trabalho: o Simples Nacional. Aproveite o Dia do Contador para conhecer mais sobre esse sistema especial de tributação de pequenas empresas.

Homenagem ao dia do contador

Dicas do contador são importantes para a saúde financeira e tributária da empresa. Foto: Shutterstock

O que é o Simples Nacional

Segundo definição do Governo Federal, o Simples Nacional é um regime compartilhado de arrecadação, cobrança e fiscalização de tributos aplicável às microempresas e empresas de pequeno porte, conforme previsto na Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006.

Ele é administrado por um comitê gestor composto por secretarias da Receita Federal, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios. Vale lembrar que a adesão ao regime do Simples Nacional não é obrigatória e que não são todos os tributos que são recolhidos. Os principais são: PIS/Pasep, Cofins, IPI e ICMS.

O recolhimento desses tributos deve ser feito por meio do Documento Único de Arrecadação do Simples Nacional (DAS), que deve ser entregue todo dia 20 do mês seguinte ao faturamento.

A solicitação do documento, o cálculo do valor mensal devido, entre outros serviços, podem ser feitos através do dispositivo eletrônico do programa. Desde sua implementação, até julho deste ano, o Simples Nacional já arrecadou quase 400 milhões de reais.

Você vai se interessar por:

Saiba quem pode ser declarado como dependente no Imposto de Renda

Declaração retificadora pode salvar você da malha fina

O que observar no demonstrativo de resultado do exercício de uma empresa?

No Dia do Contador, 3 dicas sobre o Simples Nacional

A avaliação das atividades financeiras da sua empresa não precisa ser de responsabilidade exclusiva do seu contabilista. O que você acha de aproveitar o Dia do Contador e colaborar com o trabalho desse profissional?

Confira três dicas de contabilidade e tenha também no Simples Nacional uma aliado para a sua empresa.

Declaração de Imposto de Renda

Empresas do Simples Nacional não entregam declaração de Imposto de Renda, mas a Declaração Anual do Simples Nacional (DASN). Esteja atento, pois nela devem constar informações do seu faturamento, despesas e distribuição de lucro. A falta de entrega implica em multa no valor mínimo de R$ 200,00

Declaração de Serviços Prestados

Caso sua empresa seja prestadora de serviço, além do DASN, é exigido pela maioria dos municípios uma declaração mensal. Esse documento é geralmente eletrônico e nele deve constar dados de notas emitidas, os clientes, entre outras informações.

Cada cidade tem um valor de multa por entrega em atraso, por isso, é recomendado se informar na prefeitura sobre ela.

Alíquotas e abatimentos

As alíquotas cobradas sobre a sua receita bruta variam de acordo com a atividade da sua empresa. Por isso, o valor da tarifa para um estabelecimento comercial, industrial ou prestador de serviço é diferente.

Além disso, os percentuais variam também conforme os seus últimos meses de faturamento: quanto mais se fatura, mais se paga de imposto. Vendas canceladas ou devolvidas podem ser abatidas da sua receita.

Essas são apenas algumas dicas a respeito da parte contábil de uma empresa. Com essas informações, você já pode começar a colaborar com seu contador e também verificar se tudo está sendo feito em acordo com a legislação.

 

Gostou das dicas financeiras no Dia do Contador? Deixe seu comentário.

melhores universidades do brasil
quando vale a pena ter cartão de credito
como cancelar pedido feito no cartão de crédito
reembolso no cartão de credito
formas de pagamento para fazer compras pela internet
como entender a fatura do cartão de crédito